Murray vai à final de Stuttgart após Kyrgios perder a calma diante de "injúrias raciais"

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

(Reuters) - O ex-número um do mundo Andy Murray relembrou seu melhor desempenho na grama ao derrotar Nick Kyrgios por 7-6(5) 6-2 e avançar à final do Stuttgart Open neste sábado, após o australiano perder a calma no segundo set e dizer que foi ofendido racialmente por um torcedor.

Após um set de abertura divertido, onde não havia nada para separar os dois jogadores, Murray selou no tiebreak, após Kyrgios quebrar sua raquete e ganhar uma penalidade de ponto, assim como uma penalidade de jogo no segundo set.

O australiano, que estava constantemente reclamando com o árbitro, se recusou a continuar o jogo e permaneceu sentado em sua cadeira até que o supervisor saísse e o convencesse a finalizar a partida.

Frustrado, Kyrgios disse mais tarde que agiu assim após ouvir um insulto racial.

"Quando isso vai parar? Lidar com insultos raciais da multidão?" escreveu ele no Instagram.

"Eu entendo que meu comportamento não é o melhor o tempo todo - mas 'sua ovelhinha negra', 'cale a boca e jogue' -- pequenos comentários como esses não são aceitáveis."

"Quando eu retalio a multidão, sou penalizado. Isso é uma bagunça."

(Reportagem de Rohith Nair em Bengaluru)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos