Murray supera Nava e avança à terceira rodada do Aberto dos EUA

O tenista britânico Andy Murray em partida contra Emelio Nava pelo Aberto dos EUA.

NOVA YORK (Reuters) - O ex-número um do mundo Andy Murray sobreviveu a um susto inicial, mas derrotou o norte-americano Emilio Nava por 5-7, 6-3, 6-1 e 6-0 no Aberto dos Estados Unidos nesta quarta-feira, avançando à terceira rodada de um torneio de Grand Slam apenas pela segunda vez em cinco anos.

Nava, jovem de 20 anos que ocupa a 203ª posição do ranking mundial e que nocauteou John Millman na primeira rodada da competição, mostrou que talvez mereça subir na lista com seu saque confiante, conquistando bons pontos para vencer em 84 minutos o exaustivo primeiro set.

Murray teve dificuldades em seu primeiro serviço, mas gosta de crescer nos Grand Slams, e quebrou o saque do inexperiente Nava duas vezes no segundo set para empatar a partida depois que o norte-americano cometeu vários erros não forçados.

O escocês então cresceu ainda mais e encontrou o alcance no saque, atropelando no terceiro set e garantindo a vantangem no placar, enquanto Nava não conseguiu sustentar o bom momento inicial e caiu de produção

Com Nava nas cordas, Murray foi implacável, com duas quebras iniciais, para abrir 4-0. Nava quase entrou no placar no quinto jogo, mas Murray, de 35 anos, manteve-se firme para quebrar novamente o saque do adversário e fechar o último set no saque.

"Fisicamente, é o melhor que me senti em anos... Estou chegando mais perto de onde quero estar. Espero poder ter uma campanha profunda aqui", disse Murray.

Murray enfrenta em seguida o vencedor da partida entre o 13º cabeça de chave Matteo Berrettini e Hugo Grenier.

(Reportagem de Rohith Nair em Bengaluru)

((Tradução Redação São Paulo))

REUTERS PB