Parceiro do Botafogo, Molenbeek bate Grupo City e se torna o mais valioso da segunda divisão da Bélgica


A rede multiclubes de John Textor já gera destaque - pelo menos no sentido financeiro. Por conta dos jogadores emprestados recentemente pelo Botafogo, o RWD Molenbeek se tornou o clube mais valioso no que diz respeito ao valor de mercado da segunda divisão belga.

+ Patrick de Paula 'some' no Botafogo e completa um mês sem jogar

O clube de Bruxelas também pertence ao proprietário majoritário da SAF Botafogo. Recentemente, o Alvinegro emprestou Juninho, Ênio, Rikelmi, Luís Oyama e Barreto ao "coirmão" belga. E não deve parar por aí: a tendência é que Vinícius Lopes seja o próximo a desembarcar na Europa.

De acordo com o "Transfermarkt", o valor de mercado do elenco do RWD Molenbeek subiu para 11,8 milhões de euros (R$ 60,6 milhões, na cotação atual), o que torna a equipe como a líder neste sentido no campeonato.

Também vale o destaque porque o time de Textor ultrapassou o SK Lommel, clube que pertence ao Grupo City, principal rede multiclubes do mundo e uma das inspirações do norte-americano. O elenco do rival, de acordo com o portal, está avaliado em 10,9 milhões de euros (R$ 56 milhões).

Luís Oyama - Botafogo
Luís Oyama - Botafogo

Oyama chega com destaque na Bélgica (Foto: Vítor Silva/Botafogo)

Muito dessa diferença se deu pelas chegadas dos jogadores emprestados pelo Botafogo. Luís Oyama, por exemplo, é o segundo mais valioso do campeonato. Apenas Metinho, justamente do SK Lommel, está na frente - vale ressaltar que os valores são sempre estimados pelo "Transfermarkt".

+ Quais são os possíveis retornos que o Botafogo pode ter com o intercâmbio entre clubes com o Molenbeek

De qualquer forma, todo o investimento precisa se confirmar dentro de campo. A equipe bateu na trave na busca pelo acesso na temporada passada, perdendo a vaga para a Série A nos playoffs. No atual campeonato, o time tem uma vitória, um empate e uma derrota após as três primeiras rodadas do campeonato.