Ministério Público acusa Santos de exploração infantil

Ação do Ministério Público pede fechamento das categorias de base do clube praiano.
Ação do Ministério Público pede fechamento das categorias de base do clube praiano. Foto: (Marcello Zambrana/AGIF)

Uma ação civil pública foi movida pelo Ministério Público contra o Santos por uma acusação de promoção de trabalho infantil clandestino e exploração de menores de idade nas categorias de base do clube praiano. Ainda foi solicitado à Justiça pelo MP que todas as categorias para menores de 14 anos sejam fechadas e que o clube seja proibido de promover tais atividades.

Contendo mais de mil páginas, a ação contra o clube da Vila Belmiro corre sob segredo de Justiça. De acordo com a investigação do Ministério Público, mais de 75 crianças e adolescentes com menos de 14 anos foram flagrados em trabalho infantil. Desde cedo, membros das categorias sub-11 e sub-13 do Peixe estariam trabalhando para o clube sob o regime de contratos de trabalho sem remuneração.

Leia também:

O Santos afirmou que possui conhecimento do processo e, em um momento oportuno, irá se pronunciar. Foi estipulado pela Justiça que o clube apresente sua defesa até a próxima terça-feira. O MP ainda pediu que todas as atividades para menores de 14 anos sejam suspensas imediatamente nas categorias de base do Santos. Caso o clube não cumpra o pedido, a instituição também pede multa diária de R$ 100 mil, além de suspender o certificado de entidade formadora.

Acidentes de trabalho dos jogadores também foram registrados pelo Ministério Público. Em um único mês, de acordo com o MP, 143 jovens menores de 13 anos foram atendidos pela enfermagem do Santos, o que seria "chocante" para a entidade.

ssine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos