Ministério Público do Rio denuncia torcedor que assediou repórter no Maracanã

Torcedor chegou a ser preso mas foi solto pouco mais de 24 horas depois (Foto: Reprodução/ ESPN)


O Ministério Público do Rio (MPRJ) denuncia à Justiça, por ato libidinoso, o torcedor do Flamengo que assediou a jornalista Jéssica Dias, da ESPN, no entorno do Maracanã. Na ação, é ressaltado que, Marcelo Benevides Silva tinha o objetivo de satisfazer o próprio desejo sexual.

+ Facincani é demitido da ESPN: relembre 10 polêmicas com o comentarista

O homem beijou a repórter no rosto, sem o seu consentimento. Ele chegou a ser detido. Contudo, Marcelo Benevides, que é oficial de justiça, ficou na cadeia por cerca de um dia. A Justiça do Rio ordenou apenas medidas cautelares contra o rubro-negro, que responde em liberdade.

+ 'Foi um beijo simples, sem intenção de maldade', alega advogado de torcedor detido por assediar repórter

RELEMBRE O CASO

Jéssica Dias estava do lado de fora do Maracanã e entrava ao vivo para falar do clima do jogo entre Flamengo e Vélez Sarsfield, pela semifinal da Taça Libertadores, quando um torcedor se aproximou e, sem autorização, deu um beijo no rosto dela. O homem que praticou o assédio foi segurado pela equipe de produção da ESPN e detido pelos policiais no lacal.