Milan anuncia venda bilionária do clube para fundo norte-americano

Milan foi campeão italiano na temporada 2021/2022 (Foto: TIZIANA FABI / AFP)


O Milan anunciou nesta quarta-feira a venda do clube para a RedBird Capital Partners, fundo norte-americano, por 1,2 bilhões de euros (cerca de R$ 6 bilhões). A Elliot Management Corporation, antiga proprietária, ainda vai ficar com uma participação minoritária.

+ Tite revela provável substituto de Neymar para amistoso da Seleção Brasileira contra Coreia do Sul

Os dois grupos vão trabalhar juntos para dar sequência ao projeto do Milan. O fundo norte-americano chega ao clube em um bom momento, quando o clube acaba de ser campeão italiano e vai disputar a Champions League na próxima temporada.

- A prioridade para RedBird é continuar trabalhando com a área esportiva e a direção do clube para dar continuidade ao caminho do Milan, visando o retorno ao topo do futebol mundial. A combinação de sucessos em campo, aquisição de novos jogadores e estratégia de desenvolvimento e gerenciamento comercial global de classe mundial, combinados com a experiência da RedBird na liderança e desenvolvimento de franquias esportivas internacionais, garantirão um futuro ainda mais brilhante para a lendária história do AC Milan - contou os novos donos do clube.

+ Messi revela o seu preferido para vencer prêmio de melhor jogador do mundo

A RedBird já está presente no meio esportivo. O fundo investe no Fenway Sport Group, que é dono do Liverpool. Além do futebol, tem participações no Boston Red Socks (beisebol), no Pittsburg Penguins (hóquei no gelo) e na Dream Sport (plataforma esportiva na Índia especializada em críquete).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos