Mesmo com xingamentos à família, Fagner não cogita deixar o Corinthians

Fagner viveu uma situação incômoda no último fim de semana. A esposa e o filho do jogador foram às redes sociais reclamar que foram alvos de xingamentos de torcedores do Corinthians após a derrota para o Palmeiras. No entanto, mesmo diante desse cenário, o defensor não pensa em deixar o clube.

Diferentemente do meia-atacante Willian, que pediu rescisão motivado por mensagens hostis e ameaças de supostos corintianos, o lateral seguirá no Timão.

Segundo informações colhidas pelo LANCE!, Fagner nem mesmo acionou ou pretende acionar a polícia. Isso porque, pelo menos dessa vez, as mensagens não chegaram ao nível de ameaçar os familiares do atleta.

Não é a primeira vez que esposa e filho do jogador são alvos na internet. Mais recentemente, eles foram hostilizados de forma até mais pesada após a derrota corintiana para o Always Ready, da Bolívia, em La Paz, na estreia dos clubes nesta edição da Copa Libertadores. Na ocasião, o camisa 23 abriu ocorrência.

Fagner foi um dos principais responsáveis pelo gol que gerou a derrota corintiana no Dérbi deste fim de semana. O lateral, que entrou no segundo tempo, errou um passe no início da jogada que culminou no ataque que terminou no gol contra do volante Roni.

Revelado pelo Corinthians, Fagner é um dos atletas que mais atuaram pelo Timão na história. Ele jogou no clube em 2016 e voltou em 2014, não saindo mais desde então. No total, o atleta tem 462 partidas disputadas, sendo o 12º entre os que mais vestiram a camisa corintiana.

O jogador tem contrato até dezembro de 2024, renovado no fim do ano passado. De acordo com pessoas próximas ao atleta, ele está acostumado a lidar com críticas e utilizará o episódio para dar a volta por cima.