Com a cabeça na Copa do Brasil, Corinthians inicia sequência que pode garantir G4 no Brasileiro

Na última vez que encarou o Dragão em Itaquera, o Timão venceu por 4 a 1 (Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians)


Após nove dias sem entrar em campo, o Corinthians volta a jogar nesta quarta-feira (28), contra o Atlético-GO, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro.

+ Manto do Corinthians: veja os modelos finalistas para quarta camisa do Timão em 2023

E embora a cabeça de todo corintiano esteja na final da Copa do Brasil, que acontecerá nos dias 12 e 19 de outubro, os quatro jogos que antecedem a decisão podem encaminhar a classificação do Timão diretamente à fase de grupos da Libertadores do ano que vem.

Ainda que o possível título da Copa do Brasil renda uma vaga direta aos grupos da próxima Liberta, 'o seguro morreu de velho' e os corintianos precisam garantir uma boa colocação no Brasileirão.

E a importância dessa sequência está até mais nos três primeiros jogos, pois o Corinthians enfrenta quase toda a zona de rebaixamento atual do campeonato. Dos quatro times que integram o Z4, três serão adversários corintianos nas próximas duas semanas: Atlético-GO, Cuiabá e Juventude. E dessa trinca de partidas, duas terão o Timão como mandante.

Diferente dessa "sequência de Z4", o quarto jogo contra o Athletico-PR é o último antes do início da decisão da Copa do Brasil.

O Furacão vive um momento um pouco parecido com o do Timão, pois está com a cabeça voltada à decisão da Copa Libertadores, contra o Flamengo, no próximo dia 29 de outubro. Porém, o clube de Curitiba está em uma posição próxima ao Corinthians na tabela, podendo, inclusive, ter passado a equipe paulista e assumido a quarta colocação do Campeonato Brasileiro caso tivesse vencido o Santos, na noite da última terça-feira (27).

Com a final da Copa do Brasil sendo entre Flamengo e Corinthians, quarto e quinto colocados no Brasileirão até o momento, e a Libertadores sendo definida entre o Fla e o Athletico-PR, que é o sexto na competição nacional. Se desenha que o grupo de classificados ao torneio continental do ano que vem seja de oito equipes, com a vaga à fase de grupos da Liberta

Independentemente disso, Corinthians e Athletico-PR disputam o ‘mesmo pedaço de lote’ no Brasileirão.