Merentiel 'conquista' o Palmeiras e inverte impressão inicial

Merentiel comemora seu gol no clássico com o Santos no último domingo (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)


O torcedor de futebol, invariavelmente, é um imediatista convicto, mas o do Palmeiras, sedento por um centroavante que dê certo, quer não somente o resultado imediato, mas para "ontem". Foi assim com Merentiel, que chegou sem tanta pompa ao clube e deixou uma impressão ruim em seus primeiros jogos. Depois de um tempo, a aposta parece ter dado certo e já rendeu pontos no Brasileirão.

> Veja a validade do contrato dos jogadores do elenco do Palmeiras

> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2022 clicando aqui

Contratado em maio, por 1,5 milhão de dólares (R$ 7,4 milhões na cotação da época), o atacante uruguaio não era exatamente a peça que o palmeirense desejava para ocupar a função do sonhado "9 matador", e como todo reforço, gerou expectativa. Para piorar, ele acabou demorando para estrear, já que somente foi permitida a inscrição de novos jogadores, no Brasil, a partir de meados do mês de julho.

A estreia foi bastante decepcionante: 57 minutos diante do América-MG como titular. Sem agradar, Merentiel "irritou" os torcedores do Alviverde e perdeu espaço. No jogo seguinte, contra o Internacional, López, outro contratado recente, ganhou a titularidade e fez uma boa partida. Vitória do Palmeiras, por 2 a 1, no Allianz Parque.

Depois disso, Merentiel ficou um longo período sem ganhar uma oportunidade, nem mesmo saindo do banco de reservas. Foram oito jogos até voltar a campo, mas aí de forma decisiva, diante do Red Bull Bragantino, em Bragança. Com 23 minutos em campo, ele foi responsável pelo gol de empate do Verdão, que saiu de campo com um ponto importantíssimo no Campeonato Brasileiro.

O gol aliás, foi muito bonito, mostrando valores de um bom centroavante. Tanto é que na partida seguinte, pela volta da semifinal da Libertadores contra o Athletico-PR, Merentiel ganhou uma oportunidade de Abel Ferreira, no segundo tempo. Apesar de ter jogado menos de dez minutos, sua entrada mostrou a preferência do treinador em relação a López, que não entrou.

Sem ajudar muito diante do Furacão, e com uma partida seguinte difícil contra o Juventude, ele ficou sem entrar em campo mais uma vez e não participou do 2 a 1 em cima dos gaúchos. No entanto, quis o destino que ele fosse decisivo mais uma vez, agora no clássico com o Santos, no último domingo quando o Palmeiras tinha um a menos.

Merentiel entrou aos 14 minutos e logo em seguida Danilo foi expulso. Menos de 20 minutos depois, ele aproveitou cruzamento em escanteio de Gabriel Menino, depois uma escora de Murilo, e pegou um voleio sem chances para o goleiro João Paulo. Tudo isso para marcar 1 a 0 no placar e decidir o clássico a favor do Alviverde. Uma participação que valeu três pontos em uma uma partida duríssima.

Em um intervalo de 15 dias, o atacante uruguaio foi responsável direto por quatro pontos do Palmeiras no Brasileirão. Algo que ele não havia conseguido fazer nas outras seis semanas anteriores em que esteve disponível para Abel Ferreira. Caso o Verdão confirme o título brasileiro, certamente essa contribuição será lembrada, mesmo após um início que gerou enorme desconfiança no torcedor.

Confira os números de Miguel Merentiel no Palmeiras:

Antes do gol:

2 jogos (não entrou em oito dos dez em que esteve disponível)
​67 minutos
0 gols
0 assistências

A partir do gol:
3 jogos (não entrou em um dos quatro em que esteve disponível)
57 minutos
2 gols
0 assistências

Total:
5 jogos (não entrou em nove dos 14 em que esteve disponível)
​124 minutos
2 gols
0 assistências