McLaren coloca logotipo de Senna, antes descartado pela Williams, na proteção de cockpit dos carros

Por Alan Baldwin

MÔNACO (Reuters) - A McLaren passou a colocar em seus carros um logotipo em homenagem à grande lenda da Fórmula 1 Ayrton Senna depois que a rival Williams removeu o desenho no início da temporada.

O brasileiro conquistou todos os seus três títulos com a McLaren antes de falecer pilotando uma Williams no Grande Prêmio de San Marino de 1994.

Os carros da Williams já trouxeram várias versões do logotipo de Senna, desde a marca registrada 'S' até adesivos de edição especial, desde 1995, mas a equipe mudou de dono em 2020 e o fundador da escuderia Frank Williams morreu no ano passado.

“Achamos correto que nós, como McLaren, reconheçamos a contribuição dele ao nosso esporte, levando seu nome conosco onde quer que estejamos correndo”, disse o executivo-chefe da McLaren Racing, Zak Brown, em comunicado.

Mônaco, corrida que Senna venceu seis vezes, incluindo cinco seguidas pela McLaren entre 1989 e 1993, marcou a estreia da homenagem com o nome de Senna e o S colocados na base do halo, o dispositivo de proteção do cockpit dos pilotos.

"Ver o logotipo de Senna em uma McLaren é uma sensação incrível", disse Bruno, sobrinho de Senna. “Temos uma rica história juntos como família e como equipe, e é muito importante para nós que o logotipo esteja sempre na F1”.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos