Mbappé desmente especulações sobre poderes no PSG após renovação e fala sobre a Bola de Ouro

Mbappé tumultuou vestiário do PSG na temporada (Foto: EMMANUEL DUNAND / AFP)


Mbappé contou bastidores de sua renovação com o Paris Saint-Germain. Em entrevista ao ‘The New York Times’, o astro francês desmentiu especulações sobre seu novo contrato. O jogador revelou ter ficado irritado com as acusações de que ele teria exigido o nome do novo treinador e a saída de companheiros da equipe como uma exigência para assinar.

+ Mbappé diz que ficou surpreso ao falar com presidente da França sobre possível ida para o Real Madrid

- Esse não é o meu trabalho (escolher o treinador e quem fica no elenco). E eu não quero fazer isso porque não sou bom nisso. Eu sou bom em campo. E fora do campo, esse não é o meu papel. Há tantas pessoas que são melhores do que eu - contou.

As especulações sobre a renovação de Mbappé seriam de que a diretoria havia prometido que o jogador seria uma espécie de ‘dono do time’. Além disso, o Paris Saint-Germain desembolsou cerca de 125 milhões de euros (R$ 643 milhões) ao atacante como bônus pela assinatura. O astro francês disse que também não acertou sua permanência pelo dinheiro.

- Porque onde quer que eu vá, vou conseguir dinheiro. Sou esse tipo de jogador em todos os lugares que vou - disse o jogador.

+ Mbappé abre o jogo sobre relação com Neymar e situação dos pênaltis no PSG

Mbappé também contou sobre o prêmio de melhor jogador do mundo. O atacante acredita que vai conquistar o troféu na sua carreira e que não vai demorar para isso acontecer.

- Acho que estou prestes a ganhar. Sempre digo que sonho com tudo. Não tenho limites. Então, é claro, é uma nova geração. Ronaldo e Messi vão parar. Temos que encontrar outra pessoa, alguém novo - declarou.