Max Verstappen dá mais um show e vence o GP da Bélgica de F1

O holandês Max Verstappen (Red Bull) venceu o Grande Prêmio da Bélgica neste domingo após largar da 14ª posição do grid, e reforçou sua liderança na classificação geral do Mundial de Fórmula 1.

Depois de ver o sinal verde da 7ª fila após uma sanção por mudança de motor, Verstappen deu um show levando sua Red Bull ao primeiro degrau do pódio, posição a que está cada vez mais habituado.

Seu companheiro de equipe, o mexicano Sergio Pérez, agora segundo colocado na tabela, e o espanhol Carlos Sainz (Ferrari), que havia largado da pole position, completaram o pódio desta 14ª corrida da temporada (de um total de 22), disputada no circuito de Spa-Francorchamps.

Diante de sua torcida, que compareceu em massa, o holandês nascido na Bélgica, de mãe belga, conquistou a terceira vitória consecutiva, a nona desta temporada e a 29ª da carreira. E com apenas 24 anos.

Mas ele e sua Red Bull estão um passo acima dos demais nesta temporada.

O atual campeão agora tem uma vantagem aparentemente intransponível de 93 pontos sobre seu primeiro concorrente, ninguém menos que seu companheiro de equipe da Red Bull, Sergio Pérez.

Segundo neste domingo, o mexicano ultrapassou Charles Leclerc (Ferrari), que terminou em sexto.

O monegasco largou logo atrás de Verstappen em 15º lugar, também sancionado por mudanças em peças de motor e caixa de câmbio além do limite autorizado por temporada.

Depois de uma boa largada, evitando os perigos no meio do pelotão, 'Mad Max' foi ultrapassando os adversários um a um até chegar à liderança pela primeira vez na volta 12 das 44 da prova.

Carlos Sainz entrou nessa mesma décima segunda volta nos boxes. O espanhol voltou à liderança quando Verstappen fez a parada para trocar os pneus três voltas depois.

Mas não pôde fazer nada contra o ritmo diabólico do holandês, mais uma vez liderando a corrida na volta 18, de onde ninguém o tiraria mais.

- Hamilton abandona -

Pior foi a situação de seu principal rival em 2021, Lewis Hamilton (Mercedes). O britânico teve que abandonar logo na primeira volta depois de seu carro se chocar com o do veterano Fernando Alonso, que ainda assim conseguiu terminar a corrida em quinto.

O espanhol da Alpine declarou com raiva pelo rádio interno: "Que idiota! Fechar a porta assim por fora (...) Esse cara só sabe dirigir largando da primeira posição!".

Hamilton reconheceu que o acidente foi culpa sua. "Não deixei espaço suficiente e paguei o preço. Não foi intencional".

A F1 viaja na próxima semana para a Holanda, onde Verstappen será o grande favorito.

Sobre o comentário de Alonso, Hamilton disse não ter resposta: "Eu sei o que você pode sentir no calor da ação, mas é sempre bom saber o que eles pensam sobre mim".

Em Zandvoort, a festa parece tão promissora para o herói local quanto no ano passado, quando ele venceu largando da pole position diante de uma apaixonada 'Orange army', e este ano ele busca sua 30ª vitória na F1.

Seus fãs já eram a maioria entre os 120.000 espectadores sob o céu claro de Spa.

Em 2023, o holandês terá a chance de vencer pela terceira vez consecutiva em Spa: o Grande Prêmio da Bélgica acaba de ser confirmado no calendário do próximo ano.

--- Classificação do GP da Bélgica de F1, circuito de Spa-Francorchamps:

1. Max Verstappen (HOL/Red Bull) 308,052 km em 1 h 25:52.894

2. Sergio Pérez (MEX/Red Bull) a 17.841

3. Carlos Sainz Jr (ESP/Ferrari) a 26.886

4. George Russell (GBR/Mercedes) a 29.114

5. Fernando Alonso (ESP/Alpine-Renault) a 1:13.256

6. Charles Leclerc (MON/Ferrari) a 1:14.936

7. Esteban Ocon (FRA/Alpine-Renault) a 1:15.640

8. Sebastian Vettel (ALE/Aston Martin-Mercedes) a 1:18.107

9. Pierre Gasly (FRA/AlphaTauri-Red Bull) a 1:32.181

10.Alexander Albon (TAI/Williams-Mercedes) a 1:01.900

11.Lance Stroll (CAN/Aston Martin-Mercedes) a 1:03.078

12.Lando Norris (GBR/McLaren-Mercedes) a 1:04.739

13.Yuki Tsunoda (JPN/AlphaTauri-Red Bull) a 1:05.217

14.Zhou Guanyu (CHN/Alfa Romeo) a 1:06.252

15.Daniel Ricciardo (AUS/McLaren-Mercedes) a 1:07.163

16.Kevin Magnussen (DIN/Haas-Ferrari) a 1 volta

17.Mick Schumacher (ALE/Haas-Ferrari) a 1 volta

18.Nicholas Latifi (CAN/Williams-Mercedes) a 1 volta

Melhor volta da corrida: Max Verstappen (HOL/Red Bull) 1:49.354 na 32ª volta (média: 193,935 km/h)

Abandonos:

Lewis Hamilton (GBR/Mercedes): acident na 1ª volta

Valtteri Bottas (FIN/Alfa Romeo): acidente na 2ª volta

--- Mundial de pilotos:

1. Max Verstappen (HOL) 284 pts

2. Sergio Pérez (MEX) 191

3. Charles Leclerc (MON) 186

4. Carlos Sainz Jr (ESP) 171

5. George Russell (GBR) 170

6. Lewis Hamilton (GBR) 146

7. Lando Norris (GBR) 76

8. Esteban Ocon (FRA) 64

9. Fernando Alonso (ESP) 51

10. Valtteri Bottas (FIN) 46

11. Kevin Magnussen (DIN) 22

12. Sebastian Vettel (ALE) 20

13. Daniel Ricciardo (AUS) 19

14. Pierre Gasly (FRA) 18

15. Mick Schumacher (ALE) 12

16. Yuki Tsunoda (JPN) 11

17. Zhou Guanyu (CHN) 5

18. Alexander Albon (TAI) 4

19. Lance Stroll (CAN) 4

20. Nicholas Latifi (CAN) 0

21. Nico Hülkenberg (GER) 0

--- Mundial de construtores:

1. Red Bull 475 pts

2. Ferrari 357

3. Mercedes 316

4. Alpine-Renault 115

5. McLaren-Mercedes 95

6. Alfa Romeo 51

7. Haas-Ferrari 34

8. AlphaTauri-Red Bull 29

9. Aston Martin-Mercedes 24

10. Williams-Mercedes 4

./bds/jld/ole/hpa/iga/mcd/dam/aam