Mauro Cezar relembra atuação de goleiro carrasco do Fluminense na Libertadores: 'Invadiu a cabeça'

Cevallos defendeu três cobranças de pênaltis daquela decisão da Libertadores - Foto: Reprodução


No dia em que completam 14 anos da conquista da primeira Libertadores da LDU, do Equador, o comentarista Mauro Cezar Pereira relembrou a atuação do goleiro Francisco Cevallos, algoz do Fluminense naquela decisão no Maracanã. O arqueiro defendeu três cobranças na decisão nos pênaltis e consagrou o primeiro título internacional do futebol equatoriano.

+ Trintões da bola: saiba quais são os jogadores mais caros do mundo com mais de 30 anos

- Poucas vezes um goleiro foi tão decisivo numa final por pênaltis como Cevallos. Ele simplesmente invadiu a cabeça do camisa 10 tricolor e ficou por lá. E depois... - escreveu o jornalista.

A Conmebol parabenizou o clube equatoriano nas suas contas oficiais e recordou a conquista:

No jogo de ida, no Equador, a LDU venceu por 4 a 2. No Maracanã lotado de tricolores, o Flu fez 3 a 1 e levou a decisão para os pênaltis. Na marca da cal, as cobranças de Thiago Neves, Washington e Conca pararam em Cevallos, que se aposentou após a conquista e passou a se dedicar à vida política.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos