Matheus Martins se consolida em ano que pode ser histórico para o Fluminense

Atacante de 19 anos é mais um talento surgido em Xerém (Foto: Marcelo Gonçalves/Fluminense FC)


Cobiçado na Europa, o atacante Matheus Martins se consolidou como peça importante no Fluminense de Fernando Diniz. Após a saída de Luiz Henrique, inclusive, o camisa 37 rapidamente se firmou no posto de titular no ataque do time. Assim, mesmo ciente da necessidade de fazer caixa, a diretoria ainda busca segurá-lo até o fim do ano, já que o jogador é fundamental para que 2022 se torne um ano histórico nas Laranjeiras.

> Eleições: veja o cenário atual da política do Fluminense

Cabe destacar que, hoje, o principal interessado em contar com os serviços de Matheus Martins é a Udinese. Os italianos, inclusive, já enviaram três propostas oficiais ao Fluminense, mas todas foram recusadas.

A última oferta foi de 7 milhões de euros (R$ 36,7 milhões) por 90% dos direitos do atleta - os outros 10%, portanto, ficariam com o Fluminense. Vale frisar que este foi a quantia cheia oferecida, já com os bônus (clique aqui e saiba todos os detalhes).

No entanto, os valores são bem distantes da multa rescisória do jogador - hoje, o valor dela é de 40 milhões de euros. Além disso, o Tricolor tem 100% dos direitos do atleta. Portanto, além de ser um nome importante do time, o clube sabe que poderá vendê-lo por números melhores no futuro.

A CONSOLIDAÇÃO DE MATHEUS MARTINS

O atacante sempre foi visto como uma promessa das categorias de base do Fluminense. Ele estreou pelos profissionais em 2021 e, nesta temporada, começou a ganhar mais minutos em campo.

Matheus Marins chegou a ser utilizado por Abel Braga, mas é com Fernando Diniz que se consolidou. O atacante, inclusive, já era aproveitado pelo técnico antes mesmo da saída de Luiz Henrique, o que foi importante na sua transição de reserva para titular.

A última vez que o atacante foi relacionado para um jogo, mas não entrou em campo aconteceu no dia 26 de abril. Na ocasião, o Flu empatou sem gols com o Unión Santa Fe.

- Estou me sentindo mais à vontade dentro de campo e espero dar continuidade ao trabalho - disse Matheus Martins, após a vitória do Fluminense sobre o Cuiabá, em que ele atuou durante os 90 minutos, no fim de semana.

DEMAIS NOMES PARA O SETOR

Ainda assim, o técnico Fernando Diniz tem peças para substitui-lo caso uma negociação aconteça. No atual elenco, John Kenedy e o recém-contratado Marrony, que também joga de centroavante, são opções de velocidade.

Outros nomes para o ataque são Willian Bigode e Caio Paulista. Este último, contudo, mais improvável, porque tem atuado improvisado como lateral-esquerdo.

A outra possibilidade é mudar o esquema tático. No 4-4-2, por exemplo, Germán Cano e Jhon Arias seriam preservados como os atacantes do Fluminense. Desse modo, abrira uma vaga no meio-campo que poderia ser ocupada por Nathan.

AGENDA

Hoje, o Fluminense briga por título em todas as competições que disputa na temporada. O time está a um empate de avançar à semifinal da Copa do Brasil e na terceira colocação do Campeonato Brasileiro, com 38 pontos conquistados.

Na expectativa de mais uma boa partida de Matheus Martins, o Flu volta a campo neste domingo, às 19h, para enfrentar o Internacional no Beira-Rio. A partida é válida pela 22ª rodada do Brasileirão e terá transmissão em tempo real do LANCE!.