Martinelli projeta chances de título do Brasileirão e diz se Fluminense faz contas para chegar ao Palmeiras

Fluminense venceu o Juventude e segue entre os primeiros (Foto: MARCELO GONÇALVES / FLUMINENSE FC)


O Fluminense goleou o Juventude e conquistou a terceira vitória seguida no Campeonato Brasileiro. Na caça ao Palmeiras, o Tricolor ainda se beneficiou do tropeço do Internacional e assumiu a vice-liderança da competição, a nove pontos de diferença do líder. Na zona mista do Maracanã, Martinelli, um dos destaques da partida, falou sobre se o time faz contas pensando em um possível título e da reação depois da eliminação na Copa do Brasil.

- Uma consequência. O futebol tem desses momentos. A gente se reergueu muito rápido, pela força do grupo. Conseguimos fazer um bons jogos contra Flamengo e Juventude, respeitando os adversários ao máximo. Esse é o espírito do time. Sabemos a diferença que temos para o Palmeiras e estamos no caminho. Enquanto tivermos chance, será a nossa motivação. Tem tudo para acontecer. O campeonato é difícil. Eles têm jogos difíceis e a gente também. Acho que se fizermos o nosso trabalho , uma hora ou outra eles vão escorregar e conseguiremos chegar - disse.

- A gente não faz conta, pensamos jogo a jogo. Temos que fazer o nosso para tirar essa diferença. Eles têm uma pequena gordura, mas temos que pensar no nosso, sem ponto, sem nada. Acho que se fizermos nossos pontos, uma hora ou outra eles vão dar uma derrapada. Torcemos para que eles percam pontos, mas temos que fazer o nosso - completou.

Veja a tabela do Campeonato Brasileiro

​Martinelli foi titular do Fluminense pelo terceiro jogo seguido e parece ter assumido de vez a posição deixada por Nonato, vendido pelo Internacional ao Ludogorets, da Bulgária. Sobre se firmar no setor, o jovem criado em Xerém preferiu um tom mais cauteloso. Na temporada, o volante tem 45 partidas, começando 17 delas, além de um gol e cinco assistências, uma delas para Jhon Arias diante do Juventude.

- Todo mundo que treina no Fluminense tem muita condição de jogo. Acho que com a equipe indo bem, facilita para eu encaixar no time. Estou muito feliz e tenho certeza que com a ajuda deles consegui evoluir bastante. É furto de todo mundo e todo trabalho - avaliou.

- Acho que é muito forte falar em dono da posição. Tenho companheiros de alto nível. A gente vem trabalhando muito e o pessoal que vem jogando me deu conforto para entrar e jogar. 'Vai lá, faz o seu, que estamos aqui juntos para te ajudar'. Acho que eles passam muita tranquilidade e você acaba desfrutando do jogo. Entendendo o movimento do time, ganhando ritmo de jogo. Acho que vai dando continuidade e encaixando no trabalho do time.

Quem saiu em uma noite especial também foi o atacante Germán Cano. Ele igualou a melhor marca de Fred em uma única temporada pelo Tricolor, com 34 gols. De 2001 para cá, apenas dois jogadores ultrapassaram esse número.

- Acho que é um 9 nato, um finalizador. A bola vem e ele bate de qualquer jeito De esquerda e direita. Ele é um cara que a gente tem total confiança. Sabe que ele vai ajudar a gente. Ali na área, a bola sobrou, ele bate. Contou com a sorte hoje, que desviou no adversário. Mas é um cara muito goleador e temos que desfrutar disso - finalizou.