Marrony cita reencontro com Cano no Fluminense, elogia Diniz e destaca: 'O pensamento é ser campeão'

Marrony é um dos reforços do Fluminense para a sequência da temporada (Marcelo Gonçalves/Fluminense FC)


Embalado, o Fluminense reforçou o seu elenco e almeja conquistar títulos nesta temporada. Com isso, uma das contratações da janela, o atacante Marrony, concedeu uma entrevista coletiva nesta sexta-feira, no CT Castilho. O jogador falou sobre a importância de Fernando Diniz em sua chegada e ressaltou o ambiente do clube em seu melhor momento no ano.

- Quando ele me ligou, eu falei que já estava um tempo sem jogar, sem ritmo de jogo. E ele me falou que ia me ajudar, que me conhece. Ele falou comigo que tentou me levar duas vezes, trabalhar comigo duas vezes, e eu falei que ia ajudar ele também. Então, ficamos até mais leve, de saber que o técnico te passou confiança. Então, estou aqui somente para ajudar e ser feliz - disse, e em seguida completou:

+ Confira e simule a tabela do Campeonato Brasileiro


- Eu saí do Rio e enfrentei muitas vezes o Fluminense, eu já conhecia. E também o momento que o time está vivendo, é um momento muito bom. Estar perto da família também. Não tinha lugar melhor. O Diniz fez uma ligação comigo. Me passou total confiança. No momento, a oportunidade que eu achei que tinha que ter era aqui. E hoje estou aqui, feliz, motivado e disposto a fazer o meu melhor - acrescentou o jogador, que está emprestado pelo Midtjylland, da Dinamarca.

Cria da base do Vasco, Marrony chegou a atuar ao lado de Germán Cano antes de acertar com o Atlético-MG. Ele elogiou o atacante, que é o artilheiro do Brasileirão com 11 gols, e ressaltou qual é o pensamento do elenco para a sequência da temporada.

- Eu peguei o começo do Cano no Vasco. Super gente boa. Quando cheguei aqui ele veio falar comigo de um jeito como se tivesse me conhecido. Como falei quando cheguei aqui, foi um mês só. Mas quando cheguei aqui, ele o Nathan, que são dois jogadores que joguei junto, me receberam, me deram suporte, falaram como funciona. E eu fico muito feliz pelo Cano. Eu sei o quanto ele se dedica, sei do potencial dele. Que ele possa continuar nessa pegada, fazendo muitos gols e nos ajudando - salientou, e frisou:

+ Fluminense 120 anos: aniversário tem bom momento em campo, reconstrução e adeus de ídolo

- Desde que eu cheguei aqui o assunto é ser campeão. Temos duas competições em que estamos muito bem, o time está se dedicando bastante. O estilo de jogo do Diniz exige muita velocidade, dedicação, e vamos ganhando confiança. Estamos há nove partida sem perder. O pensamento é ser campeão - finalizou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos