Marcos Braz abre o jogo sobre João Gomes e espera propostas em 2023: 'Natural. É um titular do Flamengo'

O volante João Gomes comemorando uma vitória do Flamengo no Maracanã (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)


João Gomes está de contrato novo com o Flamengo, mas permanece despertando o interesse de clubes europeus. Até o momento, porém, a diretoria da Gávea não recebeu qualquer oferta pelo volante de 20 anos, afirmou Marcos Braz, vice-presidente de futebol, após o sorteio que definiu o mando de campo na final da Copa do Brasil, na CBF.

+ CBF define mandos da decisão da Copa do Brasil: relembre o histórico do Flamengo como mandante na partida decisiva

- Não teve nenhuma proposta pelo João Gomes, não teve nenhuma consulta por ele. Então, é muita mentira que tem se propagado sobre o João Gomes desde o começo desses assuntos de renovação. Mas se você me perguntar se ano que vem, no meio do ano, eu acho que terá algo, vou dizer: 'acho' - afirmou Marcos Braz, antes de completar:

- Pelo tamanho do jogador, pelo que ele se transformou, por ser um jogador, hoje, titular do Flamengo. Então, é natural do mercado o time lá fora passar uma lupa em cima desse jogador, mas não tem nada. Estamos muito felizes e tenho certeza absoluta que ele está muito feliz com a diretoria do Flamengo - analisou o VP de futebol.

Após a renovação do contrato de João Gomes com o Flamengo, até agosto de 2027, alguns veículos de imprensa da Europa repercutiram uma declaração do volante afirmando que gostaria de jogar no Liverpool, da Inglaterra. Contudo, o meia de 21 anos, que é formado no Ninho do Urubu, não deu qualquer entrevista recente.

- Ainda de acordo com Marcos Braz, a negociação entre o clube e os representantes do jogador aconteceram de forma natural e atingiram os objetivos das duas partes: o Flamengo prorrogou o vínculo e aumentou a multa rescisória do atleta - que desperta o interesse de clubes estrangeiros - e João Gomes recebeu uma valorização salarial (a primeira desde que se tornou nome importante no time principal.

- O Flamengo entendia que tinha que ter um posicionamento em relação a isso. E chegamos a um consenso. Demos um reajuste salarial, protegemos o Flamengo. Eu entendo a situação do torcedor, entendo as críticas, mas eles [torcedores], às vezes, não têm a informação por completo para tomar a decisão, para se posicionar. Então o que queríamos? A certeza de cinco anos de contrato, proteger o Flamengo na máxima, e aí, sim, também construir um bom aumento salarial para um titular do Flamengo. Foi o que aconteceu. O Flamengo está muito feliz com o João Gomes, o João Gomes está muito feliz com o Flamengo, e o mais importante: ele está com a cabeça focada para o Brasil - finalizou o dirigente do Fla.