Marcelo se despede do Real Madrid e diz que não pensa em aposentadoria

Marcelo durante entrevista coletiva em Madri

Por Fernando Kallas

MADRI (Reuters) - O lateral-esquerdo brasileiro Marcelo chorou nesta segunda-feira ao se despedir do Real Madrid, mas disse que nunca pensou em se aposentar e que ainda está motivado para continuar jogando por muitos anos.

"Não penso muito no futuro, gosto de viver o momento. Mas é muito difícil deixar o clube que você jogou a vida inteira", afirmou Marcelo em entrevista coletiva.

"Não tenho medo do futuro. Fiz o que queria aqui e estou ansioso pelo que vem a seguir. Não com medo da incerteza, mas com entusiasmo."

Marcelo disse que ainda está indeciso sobre seu futuro, mas descartou se aposentar ou voltar ao Brasil, dando a entender que quer continuar jogando na Europa e em um clube que disputará a Liga dos Campeões da próxima temporada.

O lateral de 34 anos fez 546 partidas pelo clube desde que chegou em 2007 e sai como o jogador que conquistou mais títulos com a camisa do clube nos 120 anos de história do Real.

A saída do brasileiro ocorre depois de conquistar o quinto título da Liga dos Campeões como capitão da equipe, seu 25º troféu com o clube, ao derrotar o Liverpool por 1 x 0 na final em Paris no mês passado.

"Saio daqui de cabeça erguida. Minha família está muito orgulhosa de mim", disse Marcelo em lágrimas na cerimônia realizada pelo clube que contou com a presença de sua família, amigos próximos, companheiros de equipe e o técnico Carlo Ancelotti.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos