Marcelo chega ao Olympiacos com estádio lotado e festa da torcida

Marcelo foi apresentado como novo reforço do clube grego e irá utilizar o número 12, que também usou no Real Madrid.
Marcelo foi apresentado como novo reforço do clube grego e irá utilizar o número 12, que também usou no Real Madrid. Foto: (ANGELOS TZORTZINIS/AFP via Getty Images)

Tido como a grande contratação do Olympiacos nesta janela de transferências, o lateral-esquerdo Marcelo, que estava sem clube desde a sua despedida do Real Madrid, foi apresentado à torcida do clube grego nesta segunda-feira com direito a festa da torcida e lotação máxima do Estádio Georgios Karaiskakis, em Atenas.

Com seus filhos Enzo e Liam, ao lado da esposa Clarice, o brasileiro mostrou à torcida que irá repetir algo que deu muito certo no clube espanhol: o número da camisa. Marcelo terá o número 12, que o consagrou durante as 16 temporadas que atuou no Real Madrid, às costas.

Leia também:

Mais próximo de sua aposentadoria do que antes, Marcelo é dono de dois clubes, o Azuriz, do Paraná, e o Mafra, da segunda divisão portuguesa. A primeira equipe foi adquirida em 2017 e mais recentemente ele se lançou na aventura europeia. O Mafra pertence ao mesmo grupo da primeira e é considerada por Marcelo como a ponte ideal entre os mercados brasileiro e europeu. Quanto ao Azuriz, a ideia de Marcelo e dos seus sócios é promover a sua função de formação, área em que o ex-jogador madridista já tem uma experiência considerável graças ao seu 'Campus 12'.

Dos três jogadores do Real Madrid que terminaram o contrato em junho, Marcelo foi o único que teve uma despedida institucional no auge da carreira. Os outros dois, Gareth Bale e Isco Alarcón, já encontraram um destino (Los Angeles FC e Sevilla, respectivamente), ao contrário de Marcelo que, de qualquer forma, sabe que as portas de Madrid estarão sempre abertas para ele.