Manchester United vai em busca da contratação de Casemiro

Casemiro está no Real Madrid desde 2013 quando foi adquirido junto ao São Paulo. Foto: Charly Triballeau/AFP via Getty Images
Casemiro está no Real Madrid desde 2013 quando foi adquirido junto ao São Paulo. Foto: Charly Triballeau/AFP via Getty Images

O Manchester United está à deriva há algumas temporadas. O clube procura uma direção e não encontra. Ten Hag, o treinador encarregado melhorar a situação, deparou -se com o problema de Cristiano Ronaldo pouco depois de chegar e parecia não encontrar o caminho certo.

A solução é contratar e é isso que os dirigentes do clube inglês estão tentando. De fato, os emissários da United estão em Madri com diferentes rotas abertas.

Leia também:

Os nomes, como aponta a imprensa inglesa, não param de aparecer. Em uma semana passou de Morata para Aubameyang, para depois ser Raúl de Tomás e também o brasileiro Matheus Cunha, como opções para a posição de centroavante.

O ataque não é o único setor que precisa de novos nomes, já que se fala em reforçar o meio-campo após a saída de Pogba e Matic. Dada a complexidade da operação aberta com De Jong, agora os ingleses pensam em Casemiro como um possível.

O Real Madrid tem o brasileiro e no momento não recebeu nenhuma proposta. Para Ancelotti ele é um elemento fundamental, além de ter uma cumplicidade especial com ele, mas ninguém no clube merengue escapa dos movimentos do mercado.

Como sempre dizem de Valdebebas: "você sempre tem que estar atento até o último dia". E assim eles estão depois de mais alguns dias focados no início da competição.

O Real tem sete meio-campistas e, como foi mostrado contra o Almería, todos eles têm a capacidade de ocupar posições diferentes. De fato, Kroos chegou a ocupar a posição de meio-campista antes de Casemiro pisar em campo, com Tchouameni fazendo sua primeira partida na LaLiga.

Casemiro chegou ao Real Madrid vindo de São Paulo em 2013. Ramon Martínez agiu rapidamente e conseguiu um empréstimo com opção de compra, que foi executado após sua estreia no time principal contra o Bétis pelas mãos de José Mourinho.

A contratação definitiva custou seis milhões de euros antes que ele fosse emprestado ao Porto para retornar no verão de 2015, de onde não saiu mais.