Manchester United revela quanto gastou com demissões de técnicos

Demissão de Ole Solskjaer atingiu os cofres do Manchester United (Foto: IAN KINGTON / AFP)


O relatório financeiro anual do Manchester United revelou que o clube gastou 24,7 milhões de libras (R$ 144 milhões) com as demissões de Ole Solskjaer e Ralf Rangnick. As saídas dos ex-comandante representam parte significativa das perdas líquidas dos Red Devils entre 2021 e 2022.

Após quase três anos no comando da equipe, Solskjaer foi definitivo em novembro de 2021 após uma dura derrota para o Watford por 4 a 1. Quatro meses antes de sua saída, o treinador havia assinado um contrato com o Manchester United pela sua permanência até 2024.

-> AO VIVO E DE GRAÇA: LANCE! vai transmitir ao vivo e de graça jogos da Bundesliga aos sábados. Confira todas as informações sobre o torneio e transmissão aqui.

Ralf Rangnick assumiu o lugar do norueguês como técnico interino e acordou em assumir uma função de consultor esportivo até 2024. Após a temporada decepcionante, o clube inglês também optou por encerrar mais cedo a passagem do alemão pela equipe da Premier League.

Neste momento, o Manchester United conta com Erik ten Hag no comando do clube e não planeja a saída do holandês tão cedo. O início de trabalho vem mostrando resultados interessantes dentro de um projeto que visa o longo prazo.