Manchester United pode perder Andreas Pereira de graça

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Com contrato até junho de 2023 com o Manchester United, Andreas Pereira não deve ser aproveitado pelos ingleses.
Com contrato até junho de 2023 com o Manchester United, Andreas Pereira não deve ser aproveitado pelos ingleses. Foto: (ERNESTO BENAVIDES/AFP via Getty Images)

Em vias de deixar o Flamengo por causa dos valores acordados previamente com o Manchester United, o meia Andreas Pereira pode ser liberado de graça pelo clube inglês. Os Red Devils tratam da situação com o clube carioca como a última alternativa para vender os direitos econômicos do atleta de 26 anos, mas não têm feito esforço para que o valor estipulado no momento de empréstimo seja reduzido.

Inicialmente, os dois clubes concordaram que o valor pré-estabelecido para a compra após o período de empréstimo fosse de 10 milhões de euros, aproximadamente R$ 54,1 milhões na cotação atual, mas a falha do jogador da final da Copa Libertadores da América de 2021 e as constantes críticas por parte da torcida rubro-negra fizeram com que o Flamengo buscasse o Manchester para que o valor da transferência fosse reduzido, ao menos, pela metade, o que sequer foi cogitado pelos dirigentes do clube inglês.

Leia também:

O camisa 18 do clube do Ninho do Urubu, mesmo que não seja contratado pelos brasileiros, não deve ser aproveitado pelo novo técnico do United, o holandês Erik ten Hag, e deve ser emprestado novamente ao retornar à Europa. Acontece, porém, que seu contrato vai até o mês de junho do próximo ano, o que faria com que um empréstimo a longo prazo se tornasse a mesma coisa que a liberação gratuita para algum clube.

Vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz falou com exclusividade à ESPN e comentou o caso: "Há três meses atrás foi bastante noticiado que o Flamengo tinha fechado com o Andreas. Um mês depois falaram que o Flamengo tinha largado o Andreas. E não é isso. O Flamengo ainda procura alternativa para que o jogador se mantenha aqui. É muito difícil, uma situação muito complexa. É um jogador novo, que tem muito mercado, e de um clube poderoso financeiramente. Então quando você vai discutir alguns termos, você tem limites para avançar nesse tema, mas o Flamengo ainda trabalha para a manutenção do jogador".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos