Mônaco se mantém no calendário da F1 em 2023; Brasil sedia antepenúltima prova

GP de Mônaco da F1

Por Alan Baldwin

LONDRES (Reuters) - A Fórmula 1 terá um recorde de 24 corridas em 2023, com o Grande Prêmio de Mônaco mantido após algumas incertezas sobre seu futuro.

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) anunciou a aprovação do calendário nesta terça-feira, com uma corrida noturna em Las Vegas marcada para estrear como a penúltima prova da temporada, em novembro, e o terceiro GP nos Estados Unidos.

O Brasil sedia a antepenúltima corrida, em 5 de novembro, no circuito de Interlagos, em São Paulo.

O Barein abrirá a temporada em 5 de março, com Abu Dhabi recebendo a prova final em 26 de novembro.

“A presença de 24 corridas no calendário do Campeonato Mundial de Fórmula 1 da FIA de 2023 é mais uma evidência do crescimento e do apelo do esporte em escala global”, disse o presidente da FIA, Mohammed Ben Sulayem.

"A adição de novos locais e a manutenção de eventos tradicionais destacam a boa administração do esporte pela FIA", acrescentou.

Veja o calendário da F1 para 2023:

5 de março - Barein

19 de março - Arábia Saudita (Jeddah)

2 de abril - Austrália (Melbourne)

16 de abril - China (Xangai)

30 de abril - Azerbaijão (Baku)

7 de maio - Miami

21 de maio - Emilia Romagna (Ímola)

28 de maio - Mônaco

4 de junho - Espanha (Barcelona)

18 de junho - Canadá (Montreal)

2 de julho - Áustria (Spielberg)

9 de julho - Grã-Bretanha (Silverstone)

23 de julho - Hungria

30 de julho - Bélgica (Spa-Francorchamps)

27 de agosto - Holanda (Zandvoort)

3 de setembro - Itália (Monza)

17 de setembro - Cingapura

24 de setembro - Japão (Suzuka)

8 de outubro - Catar

22 de outubro - Estados Unidos (Austin)

29 de outubro - México

5 de novembro - Brasil (Interlagos)

18 de novembro - Las Vegas

26 de novembro - Abu Dhabi