Mãe de Leandro Lo desabafa e afirma que suspeito conhecia o lutador: 'Foi para isso'

Atleta campeão mundial de jiu-jítsu foi morto com um tiro na cabeça após briga durante show no último sábado (Foto: Reprodução/Instagram Leandro Lo)


Mãe do lutador de jiu-jitsu Leandro, Fátima Lo, afirmou que o policial militar Henrique Otávio Oliveira Velozo, suspeito de matar o seu filho com um tiro na cabeça durante uma festa no Clube Sírio, em São Paulo, conhecia o atleta.

+ Isco fecha com time espanhol, goleiro brasileiro chega na Premier League… O Fim de Semana do Mercado!

- (Leandro Lo) Era um lutador na vida, nos tatames, só trouxe alegria para a gente, era alegria em pessoa, e uma pessoa fez isso com ele, conhece ele. A pessoa já foi para isso, só não sabemos o porquê, porque não tem explicação da forma estúpida que aconteceu. Ele provocou uma confusão para o Leandro reagir e nessa tirou a vida do meu filho - revelou Fátima em entrevista à Rede Globo.

O corpo de Leandro Lo, campeão mundial de jiu-jítsu, será velado e sepultado na tarde desta segunda-feira (08), no Cemitério do Morumbi, Zona Sul da cidade de São Paulo.

+ Sepultamento de Leandro Lo acontece nesta segunda-feira em São Paulo

A Polícia Civil de São Paulo prendeu o policial militar Henrique Otávio Oliveira Velozo apontado como o atirador que matou o lutador. O agente estava sendo procurado após fugir da cena do crime, segundo testemunhas. O policial se apresentou na Corregedoria da Polícia Militar.

Nas rede sociais, Fátima manifestou sua tristeza com a perda do filho.

- Meu herói, lindo da mãe! Você foi um presente de Deus na minha vida. Vou sentir tanta sua falta, tá faltando um pedaço de mim. Te amo eternamente, filho amado. Guardarei as lembranças boas que foram muitas. Você fazia eu me sentir a mãe mais amada do mundo. Muito obrigada pelo seu amor, seu cuidado. Te amo muito, saudade eterna - escreveu.

+ Conheça a trajetória do multicampeão de Jiu-Jitsu Leandro Lo, morto no último domingo

RELEMBRE O CASO

O lutador oi morto na madrugada de domingo (7), após confusão em um show na Zona Sul de São Paulo. Segundo testemunhas, o Leandro teria imobilizado o policial Henrique Veloso para acalmar uma situação de provocação. O PM, então, se afastou e disparou um tiro na cabeça à queima-roupa no lutador, que foi levado ao hospital Hospital Municipal Dr. Arthur Ribeiro de Saboya, mas não resistiu e teve morte cerebral confirmada.

Leandro Lo foi oito vezes campeão mundial de jiu-jitsu em cinco categorias diferentes. A última conquista em mundiais aconteceu justamente em 2022, quando venceu o título dos meio-pesados. Na decisão, derrotou Isaque Bahiense por 2 a 0 nos pontos. O atleta também ganhou cinco Copas do Mundo da modalidade e ainda ganhou oito Pan-americanos.