Mário revela contrato do Fluminense com BTG Pactual para busca de investidores e possível SAF

Mário Bittencourt, durante coletiva no CT do Fluminense (Foto: Mailson Santana/Fluminense FC)


O presidente Mário Bittencourt completou três anos de gestão no Fluminense na última sexta-feira e nesta segunda fez uma entrevista coletiva para mostrar os avanços nesse período. O mandatário revelou que o clube assinou um contrato com o Banco Pactual BTG para busca de investidores, inclusive para uma possível transformação do futebol tricolor em SAF. A empresa já vinha fazendo uma análise das finanças do Tricolor há 60 dias.

- Estamos desempenhando acima do que investimos. Tenho a alegria de dizer que assinamos um contrato, um mandato para que possam ir ao mercado buscar operações para reduzir a dívida e possibilitar investimentos em tempo mais curto do que esperávamos. Vamos tentar atrair investidores para equacionar a dívida e fazer mais investimentos no time de futebol, que é o grande desejo para que a torcida possa ter mais alegrias - disse Mário.

- A análise envolve busca de investidores e está dentro a análise futura de uma SAF. Contratamos eles e essa análise envolve eventual constituição ou não, de diferentes formas. Mas também há outras opções. A partir de hoje o Fluminense tem assessoria para que depois de todo trabalho possa ir ao mercado buscar investidores e para que aumente os investimentos no futebol a médio e longo prazo - completou.

Com a conclusão do estudo, o banco vai levar as informações obtidas ao conselho do clube para avaliar medidas. Além disso, Mário explicou mais sobre o processo da busca de investidores e ainda garantiu que o Fluminense vai buscar substitutos para Luiz Henrique e Fred na janela do meio do ano.

- O contrato com o banco não é dele fazer aporte financeiro, mas eles vão ao mercado apresentar o trabalho do clube e buscar apoio. Pode ser o banco? Não cabe a nós. Mas a conversa não parte nesse sentido. Passa na contratação para que eles nos representem no mercado. Não chegará um investidor para quitar a dívida, podemos fazer o mesmo trabalho que já estamos fazendo, mas com um dinheiro que atualmente não temos.

- A conversa não é sobre reforços, mas sem ilusões nesse sentido, é um trabalho dos próximos meses. Não tem vinculação de momento sobre trazer jogador, mas estamos atentos ao mercado. Estamos em busca de pelo menos dois jogadores para o segundo semestre. Para que possamos reforçar, especialmente porque tem o encerramento do Fred e a saída do Luiz Henrique. Essas duas posições estamos buscando. Com as entradas das receitas de junho e julho voltamos a apontar para cima - finalizou.

VEJA OUTRAS RESPOSTAS:

DÍVIDA


A dívida do clube está em torno de 700, 750 milhões de reais. A dívida cível e trabalhista está parcelada em 10 anos, mas pagamos 1,5 milhão por mês. A tributária está em acordos, estamos mantendo o Profut em dia, mas precisamos nos adequar a outro que perdemos antes da nossa gestão. Não está equacionada.

PATROCÍNIO MASTER

Já posso adiantar que estamos em negociação avançada para renovação do patrocínio master com a Betano, tentando estender até meados de 2025. O contrato inicial é até 2023. Vamos caminhar até o final do mês para colocar mais dois anos para frente.

CT

Avançamos bastante nas conversas. Eduardo Paes nos recebeu. Estamos recebendo visitas de arquitetos e topógrafos para fazer a rua de acesso asfaltada. Estamos avançados e toda equipe da prefeitura tem vindo nos últimos meses.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos