Luan, Maycon, Bruno Méndez, reforços e saídas: Duílio explica posição do Corinthians


Com a delegação do Corinthians no Mato-Grosso, onde a equipe enfrenta o Cuiabá nesta terça-feira (7), às 21h30, pela décima rodada do Brasileirão, na Arena Pantanal, o presidente do Timão, Duílio Monteiro Alves, atendeu a imprensa e esclareceu diversos tópicos, como a condição de Luan no clube, a permanência de Maycon, retorno de Bruno Méndez e outros emprestados, além de possíveis reforços e saídas.

+ GALERIA - Cássio faz 35! Confira 12 momentos marcantes do goleiro com a camisa do Corinthians

LUAN

Duílio admitiu que o clube alvinegro vai tentar achar uma solução para o camisa 7, que ainda não jogou sob o comando de Vítor Pereira e está há mais de um ano sem balançar as redes.

- Não é uma situação que nos agrada, e temos que tratar desses detalhes internamente com o atleta e com o seu empresário. Mas temos que achar uma solução agora na próxima janela: ou o Luan fica para ser aproveitado, ou a gente tem que arrumar outro caminho, até para o bem dele e da carreira dele. O tempo está passando e ele precisa jogar - afirmou.

Após a vitória por 1 a 0 contra o Atlético-GO, pela nona rodada do Brasileirão, Vítor Pereira revelou que o atleta foi cortado da partida em Goiânia por voltou a reclamar de dores no quadril, e completou dizendo que não é a primeira vez que isso acontece.

A missão da diretoria corintiana é achar algum clube interessado no atleta na janela do meio do ano. O presidente do Timão explicou que não irá rescindir o contrato de Luan, e irá tentar achar a melhor solução para o jogador e clube.

- Vi alguns comentários, e o torcedor entende que ‘precisa tirar o Luan, mandar o Luan embora’. Não é assim, existe um contrato. Só para esclarecer: o Corinthians não vai mandar o Luan embora. Quando você faz um contrato com um atleta, se você rescindi-lo, tem que pagá-lo inteiro, 100% do que resta do valor, ao atleta, e vice-versa. Então, não é tão simples assim - explicou o mandatário.

- Lógico que trabalhamos no início do ano, enquanto a janela estava aberta. Alguns clubes tiveram interesse, e a gente imagina que pode ser bom para o Luan jogar. Lógico, queremos que ele jogue, que dê certo no Corinthians. Há alguns anos a gente vem trabalhando no dia a dia em cima disso. Mas também entendemos que, se ele não está indo bem aqui, é bom que saia para jogar em outro clube, se encontre, porque é um grande menino, um grande jogador - concluiu.

MAYCON

O camisa 5 está emprestado ao Timão até o final do ano, mas por uma cláusula no acordo, o atleta pode ser vendido pelo Shakhtar Donetsk, clube detentor dos direitos do meia, antes desse período.

O presidente do Corinthians reforçou que o clube alvinegro não tem porcentagem em uma possível venda de Maycon, e sim prioridade na compra. Ainda, Duílio disse que no final, o desejo do jogador é imperativo caso uma proposta chegue aos ucranianos.

- Ele [Maycon] tem um contrato com o Corinthians até o fim do ano de empréstimo. Pode ser vendido, não voltaria para o Shakhtar [Donetsk] porque temos esse contrato. Agora, se tiver uma proposta de compra de algum outro clube, o Corinthians teria a prioridade na compra. Isso significa que poderíamos igualar a proposta e comprar o jogador - comentou o presidente.

- Fora isso, o Corinthians não tem nenhuma taxa de vitrine. Não temos controle da situação se o jogador fica até o fim do ano ou não. É bom deixar claro, também, que a vontade do atleta, em uma situação dessas, sempre pesa muito. Ele só vai para onde quiser, então temos que aguardar a janela de transferência e ver se vai surgir alguma proposta, para que possamos dar sequência e ver qual caminho vamos seguir - concluiu Duílio.

+ TABELA - Confira e simule os jogos do Corinthians no Brasileirão

Luan - Treino Corinthians
Luan - Treino Corinthians

Luan durante primeira sessão de treinos de Vítor Pereira (Foto: Rodrigo Coca / Agência Corinthians)

BRUNO MÉNDEZ

O empréstimo do zagueiro uruguaio ao Internacional acaba no dia 30 de junho. Duílio disse que o Inter fez uma proposta insatisfatória para adquirir em definitivo o defensor, mas admitiu a possibilidade dele permanecer no Rio Grande do Sul.

O Corinthians colocou uma opção de compra de 6 milhões de dólares (R$ 29 mi) por 50% dos direitos pelo zagueiro, mas está disposto a negociar essa quantia com o Colorado, pois entende que o preço é elevado para se cobrar de um jogador de defesa.

- Ele se adaptou bem, tem gostado do Internacional e da cidade de Porto Alegre. Existe um valor no contrato, fixado, por 50% dos direitos. Eles mandaram uma primeira proposta que, para mim, não fazia nenhum sentido, e o Corinthians parou as negociações. Mas a gente tem conversado, eles têm demonstrado interesse, falado em melhorar a proposta. Imagino que, nos próximos dias, teremos uma solução: ou ele volta, ou o Inter faz a compra, mas desde que seja uma coisa muito boa para o Corinthians

- O Corinthians não vai aceitar uma proposta só porque ele fez [sete jogos] ou não. Seria muito ruim para o Corinthians, o Internacional e o atleta: teria que retornar ao clube e não jogaria o Campeonato Brasileiro. Isso não faz nenhum sentido. A gente espera que essa negociação se encerre o mais rápido possível - finalizou Duílio sobre Bruno Méndez.

RETORNO DOS EMPRESTADOS E REFORÇOS

O Corinthians tem três jogadores emprestados que estão prestes a retornar ao clube. O Apoel, do Chipre, decidiu não realizar a compra em definitivo de Léo Natel, que já se despediu do clube europeu e será analisado pela comissão técnica corintiana.

No final de junho, Ramiro, cedido ao Al Wasl, dos Emirados Árabes Unidos, e Mateus Vital, emprestado ao Panathinaikos, também retornarão ao Parque São Jorge e passarão pelo crivo de Vítor Pereira para serem utilizados ou negociados.

- A nossa comissão técnica está analisando se vamos utilizá-los ou não. Nossa diretoria de futebol também está trabalhando com propostas e sondagens para a gente definir, em um futuro próximo, o destino de todos - disse Duilio.

Sobre reforços, o presidente do Corinthians disse que o clube pode buscar "duas ou três peças" nesta janela de transferências.

- Lógico que todo mundo quer melhorar o elenco, mas também temos limitações financeiras. E temos um grande time. Existe a necessidade de duas ou três peças, não é uma lista muito grande. O Vítor está satisfeito, mas são três competições, acaba precisando. Se trouxer, é uma questão de um ou outro reforço ou reposição se tiver alguma venda.

SAÍDAS

O presidente do Timão também falou sobre a possibilidade perder jogadores para o mercado europeu nesta janela. O nome mais cotado para sair do Corinthians é João Victor.

Benfica e Porto, ambos de Portugal procuraram o Timão pelo zagueiro de 23 anos. O clube alvinegro aceita vendê-lo por R$ 51 milhões.

- Qualquer jogador pode deixar o Corinthians. Não é a nossa intenção, a gente sabe que o Corinthians, assim como o futebol brasileiro em geral, precisa também da receita de venda de jogadores. Mas temos trabalhado muito para precisar cada vez menos dessas receitas. Se a gente ver que são realmente propostas muito boas, a vontade do atleta for de sair e conseguirmos repor, pode ser que saiam poucos, imagino que três atletas no máximo”, concluiu Duilio.

RELAÇÃO DE VÍTOR PEREIRA COM RÓGER GUEDES

Por fim, Duílio Monteiro Alves tratou de minimizar o atrito recente entre o treinador Vítor Pereira e Róger Guedes.

- O falatório é mais externo do que interno. Ele é um grande jogador, um menino do bem, não cria problema, não tem problema com o Vítor. Lógico que fica insatisfeito quando não joga e quer jogar. Acabamos de falar sobre o Luan. O Róger quer jogar e fica chateado quando fica no banco. É essa a postura que queremos dos jogadores do Corinthians. É uma questão de adaptação, o treinador está há três meses aqui, vai conhecendo as características. Nunca existiu nada além de um treinador não escalar um jogador. Isso é normal no futebol. Vida que segue, nunca tivemos que ter um atenção especial nisso. Só a tristeza (do Róger) de sair jogando ou não ou de ser substituído - finalizou o presidente do Corinthians.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos