Luan estreia no Santos, mas não evita derrota do Peixe para o América-MG

Pedrinho fez o único gol da partida em triunfo do América-MG contra o Santos - Foto: Gilson Junio/ W9 Press/Lancepress!
Pedrinho fez o único gol da partida em triunfo do América-MG contra o Santos - Foto: Gilson Junio/ W9 Press/Lancepress!

O Santos foi a Belo Horizonte enfrentar o América-MG neste domingo (14) na esperança de fechar a rodada mais perto do G-6. Um vacilo de Madson, no entanto, acabou determinando a derrota por 1 a 0, a primeira do time sob o comando do técnico Lisca, que promoveu a estreia do ex-corintiano Luan nos minutos finais.

O resultado manteve o Alvinegro Praiano no meio da tabela, agora com os mesmos 30 pontos do rival, mas uma posição abaixo. O Peixe caiu para o décimo lugar, enquanto a equipe mineira subiu para a nona posição na tabela.

O Santos volta a campo no próximo domingo (21) para encarar o São Paulo, às 18 horas, na Vila Belmiro. A expectativa é que Soteldo, novamente dono da camisa 10 do time, esteja bem fisicamente e regularizado para, quem sabe, fazer sua reestreia com o manto alvinegro. O meia argentino Carabajal também pode ficar à disposição do técnico Lisca.

O jogo

O Santos começou a partida bem organizado em campo e, logo aos 6 minutos, teve a chance de abrir o placar. Após erro de passe de Benítez, Lucas Braga serviu Marcos Leonardo, que carimbou a trave.

A arbitragem marcou impedimento, mas o camisa 9 estava em posição legal, o que validaria o gol se fosse necessária a intervenção do VAR.

Melhor em campo, o Santos foi castigado aos 14 minutos, depois que Pedrinho foi lançado, aproveitou o espaço que Madson deixou em suas costas e, com um chute forte, venceu o goleiro João Paulo, que nada conseguiu fazer para evitar o gol: 1 a 0.

A desvantagem no placar abalou o Santos, que passou a errar passes em demasia e encontrar dificuldades para criar jogadas ofensivas. O América, por sua vez, assustou em dois contra-ataques, ambos neutralizados pelo goleiro João Paulo.

Na etapa final, apesar de ter voltado com a mesma formação, o Santos iniciou o jogo mais acelerado em busca do gol de empate.

Luan estreia

Na etapa final, apesar de ter voltado com a mesma formação, o Santos iniciou o jogo mais acelerado em busca do gol de empate. Passados 12 minutos, Lisca mandou Sandry e Ângelo a campo, mas a equipe seguiu pecando no momento da conclusão.

Lisca ainda promoveu a estreia de Luan nos minutos finais, mas foi o América quem chegou mais perto do gol com o ex-santista Wellington Paulista carimbando a trave de João Paulo. No final, prevaleceu o resultado do primeiro tempo, que decretou a primeira derrota de Lisca no comando do Santos.

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA X SANTOS

Data e hora: 14 de agosto de 2022, às 18h (horário de Brasília)

Local: Estádio Independência

Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)

Assistentes: Bruno Boschilia (FIFA - PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)

Árbitro de vídeo: Heber Roberto Lopes (SC)

Cartões amarelos: Luan Patrick (América-MG)

GOLS: Pedrinho (1x0), aos 14 minutos do primeiro tempo,

AMÉRICA-MG: Cavichioli; Cáceres (Patric), Maidana e Éder, Marlon, Lucas Kal, Juninho, Benítez (Alê) e Pedrinho (Felipe Azevedo); Henrique Almeida (Wellington Paulista) e Everaldo (Matheusinho). Técnico: Vagner Mancini

SANTOS: João Paulo; Madson; Maicon, Eduardo Bauermann e Felipe

Jonatan; Rodrigo Fernández (Camacho), Vinícius Zanocelo (Luan) e Carlos Sánchez (Sandry); Lucas Barbosa (Ângelo), Marcos Leonardo (Angulo) e Lucas Braga. Técnico: Lisca