Luís Castro analisa situação de Patrick de Paula no Botafogo


Patrick de Paula não saiu do banco nos últimos dois jogos do Botafogo. O camisa 8 sequer foi utilizado na derrota para o Avaí, nesta segunda-feira, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Estádio Nilton Santos.

+ Luís Castro traça objetivo do Botafogo no Brasileirão: 'Lutamos para ficar na Série A'

Maior contratação da história do Glorioso, o camisa 8 não é titular absoluto e tem tido problemas de adaptação junto a Luís Castro, técnico do Botafogo.

Após a partida, o comandante analisou a situação do jogador ao ser perguntado sobre o motivo de não tê-lo colocado contra o Leão da Ilha mesmo estando atrás do placar.

+ VEJA A TABELA DO BRASILEIRÃO

Falar sobre questões individuais é algo que não gosto de fazer em momentos mais delicados. Todos os que não jogaram passam a ser os melhores e os que jogaram tinham que ser substituídos. O futebol é isso, o treinador é o pior e se tivesse outro estaríamos ganhando. Futebol é não estar de acordo, é estarmos juntos na vitória, mas quando perdemos tem que trocar tudo, e vai continuar a ser assim. O que posso dizer é que todos os jogadores devem trabalhar bem e, como todos fazem isso, é uma questão de escolha. Jogadores que não jogaram bem hoje (segunda) já fizeram vários jogos bem. Nosso desempenho não foi bom no segundo tempo. Se tivéssemos ganhado, as perguntas seriam sobre evolução e sobre o próximo jogo. Todos somos horríveis quando perdemos e somos fantásticos quando vencemos - analisou Luís Castro.

O Botafogo volta aos gramados na próxima quinta-feira para enfrentar o São Paulo, às 16h, no Estádio Nilton Santos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos