Lisca elogia personalidade de Luan na derrota do Santos para o Goiás

Luan participou do gol do Santos na derrota diante do Goiás (Foto: Ivan Storti / Santos)


O meia-atacante Luan ganhou a primeira grande oportunidade com a camisa do Santos. Desde que foi contratado, entrou apenas na derrota para o América por 1 a 0, fora de casa, nos minutos finais da segunda etapa. Contra o Cuiabá, ficou fora por conta de uma virose.

Já no revés contra o Goiás, na Vila Belmiro, por 1 a 0, o camisa 20 entrou no lugar de Rodrigo Fernández, que saiu lesionado aos 37 minutos do primeiro tempo. Assim, Luan ganhou 51 minutos em campo e recebeu elogios do técnico Lisca.

Luan deu um passe por cima para o lateral-direito Madson bater cruzado, a bola desviar e entrar no gol. O gol da vitória do Goiás, porém, teve um toque infeliz do meia, que perdeu a bola e viu Pedro Raul fazer um belo gol no contra-ataque.

- Gostei bastante da partida, da iniciativa, da personalidade. Deu um belo passe para o Madson, participou bem. Não vejo como culpa dele o segundo gol, nem do Bauermann e nem do João que se antecipou. A responsabilidade é geral. Quando ganhamos, ganhamos juntos e quando perdemos, perdemos juntos. O Pedro foi assertivo, encobriu o João e fez o gol. Não vejo responsabilidade do Luan. Gostei da mobilidade e criatividade dele, se apresentou para o jogo, foi assertivo, teve iniciativa e não se escondeu da partida. Fiquei satisfeito com a atuação dele - disse Lisca.

Luan chegou ao Santos por empréstimo junto ao Corinthians até novembro, com opção de renovação por mais uma temporada. O Peixe paga R$ 100 mil de salário ao jogador, enquanto o time da Capital Paulista arca com o restante dos vencimentos.