Libra marca reunião com LFF por consenso

Intenção da Libra é de que dois blocos encontrem pontos em comum para o acordo.
Intenção da Libra é de que dois blocos encontrem pontos em comum para o acordo. Foto (Reprodução/Redes Sociais)

Um novo pedido de reunião foi feito pela Libra (Liga do Futebol Brasileiro) à LFF (Liga Forte Futebol do Brasil), para o dia 2 de agosto, a próxima terça-feira, onde membros dos dois grupos possam debater os pontos de divergência entre ambas as sociedades e para que as tratativas da organização de um Campeonato Brasileiro possam se iniciar.

Nos últimos dias, a Libra apresentou à LFF mudanças em seu estatuto que foram pontuadas pela segunda entidade como discordâncias. Um dos tópicos foi a necessidade de unanimidade entre os clubes para que mudanças importantes, como receitas, fossem efetivadas.

Leia também:

Financeiramente, a proposta da Libra é de 50% de divisão igualitária, 25% proporcional à performance esportiva e 25% atrelados a audiência e engajamento, algo diferente do modelo desejado pela LFF, que é de 40% - 30% - 30%. O ponto em comum entre as duas ligas pode ser o de 45% - 30% - 25%.

Existe, de representantes das duas partes, o sentimento de otimismo para que as discordâncias sejam eliminadas e, enfim, um consenso seja adotado para que uma liga única seja criada ainda no ano de 2022, sendo colocada em prática em seguida.

Clubes que fazem parte da LIBRA

Grêmio, Botafogo, Flamengo, Vasco, Cruzeiro, Corinthians, Palmeiras, Santos, São Paulo, Red Bull Bragantino, Guarani, Ponte Preta, Novorizontino e Ituano.

Clubes que fazem parte da LFF

América-MG, Atlético-MG. Atlético-GO, Athletico-PR, Avaí, Brusque, Ceará, Chapecoense, Coritiba, CRB, Criciúma, CSA, Cuiabá, Fluminense, Fortaleza, Goiás, Internacional, Juventude, Londrina, Náutico, Operário, Sampaio Côrrea, Sport, Tombense e Vila Nova.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos