Lewis Hamilton já está pensando na temporada 2023

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Lewis Hamilton ocupa a sexta colocação do mundial de pilotos com 50 pontos. Foto: Alessio Morgese/NurPhoto via Getty Images
Lewis Hamilton ocupa a sexta colocação do mundial de pilotos com 50 pontos. Foto: Alessio Morgese/NurPhoto via Getty Images

Lewis Hamilton sabe que será praticamente impossível para ele conquistar sua oitava coroa neste ano. Atual sexto colocado na classificação dos pilotos com 50 pontos, ele já está 75 atrás do líder Max Verstappen, que já o derrotou no ano passado.

Além disso, ainda vê seu próprio companheiro de equipe, George Russell, chegando quase sempre à frente estando em quarto no mundial de pilotos com 83 pontos.

Leia também:

Assim, o heptacampeão sabe que deve continuar lutando, mas logicamente já pensa no ano que vem. O W13 não é exatamente o carro que Lewis quer, então o britânico pede que sua equipe tenha muito cuidado ao trabalhar no carro de 2023.

“Acho que precisamos descobrir o que há de errado com este carro antes de fazer outro. Não basta começar a fazer outro carro, podemos facilmente dar errado. Então acho que se trata de controlar este completamente, algo que ainda não fizemos, e isso nos dará uma orientação de onde ir. Definitivamente, há muitas coisas que eu não gostaria deste carro no do próximo ano", enfatizou o britânico multicampeão.

Por sua vez, o chefão da Mercedes Toto Wolff apontou os problemas atuais das 'flechas de prata' e deixou claro que eles ainda não têm opções para competir com Red Bull e Ferrari. "Em Mônaco a distância para os rivais foi a mesma que na qualificação de Barcelona, ​​então provavelmente é realista onde terminamos. O carro é bom para terminar em quinto e sexto e Norris nos venceu, mas não devemos esperar nenhum milagre, especialmente no Principado", sentenciou.

Há apenas três semanas, saindo de Miami, o CEO da equipe já apresentava o sério dilema que agora enfrentam na fábrica de Brackley, onde neste mês de junho, como em todas as equipes, começam os primeiros trabalhos sobre o carro de 2023.

O líder austríaco foi mais longe quando questionado diretamente sobre o retorno aos primeiros lugares do pódio. "Eu não descartaria nada. Mas precisamos dar crédito a todo o nosso pessoal que construiu grandes carros no passado e achamos que esse é o caminho a seguir", acrescentou Toto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos