Legado do STU: Recife ganha pista de skate de nível internacional para competição nesta semana

Nova pista tem padrão internacional e leva pela primeira vez a elite do skate para o Nordeste (Divulgação/STU)


Recife vai ser a capital brasileira do skate nesta semana. A cidade e o Nordeste receberão pela primeira vez a principal competição nacional. É a terceira e decisiva etapa do STU National 2022, de 16 a 18 de setembro, que conta com uma nova pista de padrão internacional inaugurada nesta quarta-feira.

Nomes como Rayssa Leal, medalhista de prata no Japão, estão entre os mais de 100 skatistas confirmados.

- A nova pista da modalidade Park, que será inaugurada na Rua da Aurora e receberá a última etapa do circuito brasileiro, no Recife, será um marco para o skate nordestino. A pista ficará como legado do STU para a cidade e será um dos mais importantes equipamentos no cenário nacional do esporte, incluindo o Nordeste na cena que antes estava limitada ao eixo Sul-Sudeste - disse Sylvio Az, arquiteto da Rio Ramp Design, empresa responsável pela obra.

No local, existia apenas a pista da modalidade Street, inaugurada em março do ano passado. Também já havia neste mesmo projeto de revitalização da Rua da Aurora a construção da pista de Park, que foi motivada agora pelo STU. Com uma área de aproximadamente 600 metros quadrados, foi finalizada nos últimos dois meses para receber a nata do skate nacional nesta semana.

- A pista de Street foi a nossa etapa 1. Executamos e entregamos em 2021. A do Park saiu do papel agora, com o STU levando a competição para o Recife. E procuramos desenhar uma pista que atendesse totalmente a competição, num nível profissional, mas, ao mesmo tempo, por ser o primeiro equipamento neste formato na cidade, buscamos fazê-la um pouco mais democrática, porque vai ficar de legado e todos os praticantes locais terão uma pista acessível para evoluir no skate. Por isso, equilibramos esses dois pontos no projeto - explicou Bruno Pires, outro arquiteto da empresa.

Skatistas locais vibram com nova estrutura no Recife
Toda essa estrutura de primeiro nível já mexe com praticantes e amantes de skate na capital pernambucana. É o caso de Ricardo Andrade, o Tapioca, que, justamente por não ter locais adequados para andar, deixou Recife anos atrás e partiu para São Paulo.

- Como eu não tinha onde treinar, deixei minha cidade, mesmo diante das dificuldades, porque era o que eu queria para a minha vida, estava disposto a transpor qualquer barreira. Mas só sei de uma coisa: o skate no Recife, a visão de todos, vai mudar muito a partir de agora. Essa pista vai ajudar muita gente que estava prejudicada por não ter um bom lugar para praticar. Participei da primeira etapa, em Criciúma, e será uma honra poder competir em casa agora - afirmou Tapioca.

Onde assistir
No sábado, o SporTV passa a bateria 2 das semifinais do Street feminino, além das semifinais do Park masculino. No domingo, a final e a super final do Street feminino e a final do Park feminino. Já o Esporte Espetacular, da TV Globo, vai transmitir a final do Park masculino. Sem falar da cobertura completa e ao vivo no TikTok do STU.