Leclerc 'só quer ficar sozinho' após abandono no GP da França

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Charles Leclerc ficou desapontado com abandono no GP da França quando era o líder. Foto: Alessio Morgese/NurPhoto via Getty Images
Charles Leclerc ficou desapontado com abandono no GP da França quando era o líder. Foto: Alessio Morgese/NurPhoto via Getty Images

Charles Leclerc deve se isolar nos próximos dias depois de sofrer mais um revés que afasta as esperanças de título neste ano na Fórmula 1.

A temporada do piloto francês tem sido repleta de falta de confiabilidade e erros estratégicos teve outra reviravolta amarga para Leclerc, que largou na pole e vinha na liderança do Grande Prêmio da França sem pressão.

Leia também:

O piloto da Ferrari bateu na volta 18 e abandonou quando o monegasco perdeu a traseira e foi direto na barreira de pneus. Nervoso ele até tentou reclamar de um problema no acelerador, mas logo usou o rádio para mostrar sua chateação com um grito forte de raiva.

Essa foi a terceira na temporada que Leclerc enfrentou problemas enquanto liderava depois que falhas na unidade de potência lhe custaram caro nos Grandes Prêmios da Espanha e do Azerbaijão.

"Sinto que estou jogando no mais alto nível da minha carreira desde o início da temporada, mas não faz sentido jogar em alto nível se eu cometer esses erros", disse Leclerc, que agora está 63 pontos atrás de Max Verstappen, rival da Red Bull.

"Trinta e dois pontos perdidos no geral - 25 aqui, pois era provável que ganhássemos porque éramos rápidos - e sete em Imola por causa do meu erro. Então, no final do ano, contaremos para trás e, se faltarem 32 pontos, sei que veio de mim e sei que não merecia vencer o campeonato", desabafou.

“Para a segunda metade da temporada, sei que preciso estar no topo das coisas se quiser ser campeão do mundo”, analisou.

Leclerc agora tem apenas alguns dias para se recompor antes da corrida final antes das férias de verão da Fórmula 1 na Hungria, no próximo fim de semana.

Questionado sobre como seria a recuperação após a frustração na França, ele respondeu: "Vou me fechar em casa e só sair quando tiver que pegar o avião para ir a Budapeste. Eu só quero ficar sozinho", finalizou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos