Leclerc lidera primeiro treino livre do GP da França de F1; Hamilton fica no box

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Arquivo* SÃO PAULO, SP, 08.07.2018 - O piloto francês Charles Leclerc. (Foto: Adriano Vizoni/Folhapress)
Arquivo* SÃO PAULO, SP, 08.07.2018 - O piloto francês Charles Leclerc. (Foto: Adriano Vizoni/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Charles Leclerc, da Ferrari, foi o mais rápido, na manhã desta sexta-feira (22), no primeiro treino livre do Grande Prêmio da França de Fórmula 1. O monegasco anotou 1min33s930 em sua melhor volta no Circuito Paul Ricard, em Le Castellet.

Max Verstappen, da Red Bull Racing, foi o segundo com 1min34s021, e Carlos Sainz, também da Ferrari, completou o top 3 com 1min34s268.

Lewis Hamilton, heptacampeão da F1, não participou do primeiro treino livre. Na última quarta-feira (20), a Mercedes informou que ele seria substituído por Nyck de Vries, piloto reserva da equipe alemã.

A escolha pelo jovem holandês cumpre uma determinação do regulamento, que prevê o uso de novatos por todas as equipes em duas sessões na temporada —ele fez o nono melhor tempo no TL1.

No primeiro quarto de tempo do treino, apenas Verstappen conseguiu correr abaixo de 1min35s: 1min34s991. Seguido de seu companheiro de equipe Sergio Perez.

Com meia hora de treino, Carlos Sainz, da Ferrari, foi quem conseguiu superar o tempos das Red Bulls — soberanas no treino desde o início. O espanhol cravou 1min34s021.

Porém, a liderança de Sainz não durou 10 minutos. Verstappen voltou a mostrar a potência de seu carro e se aproximou de 1min33s: com 1min34s021.

A 10 minutos do fim, Leclerc conseguiu desbancar o holandês e conseguiu 1min33s930 — o melhor tempo do dia.

Apesar de um bom tempo no primeiro treino, a Ferrari anunciou que trocou o componentes do motor de Sainz. O espanhol perde dez posições no gird de largada — já que a equipe italiana estourou o limite — e mais trocas podem acontecer.

Os pilotos voltam para a pista ainda nesta sexta, às 12h (de Brasília), para o segundo treino livre. A corrida acontece no domingo (24), às 10h.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos