Léo Pereira cita três fatores ao explicar evolução pessoal no Flamengo


Após temporadas irregulares, Léo Pereira vive o melhor momento pessoal com a camisa do Flamengo. O camisa 4 se firmou como titular de Dorival Júnior e foi um dos destaques da vitória rubro-negra sobre o Corinthians, na última terça-feira. Em participação no programa "Resenha do Craque", da FlaTV+, ele elencou os fatores que o levaram a ter essa evolução recente no clube.

+ Veja a agenda do Flamengo até as semifinais da Libertadores contra o Vélez

Uma das explicações para o crescimento de produção de Léo Pereira é o estilo de jogo mais simples. O zagueiro citou a cobrança interna da defesa rubro-negra pelo "risco zero" - algo que vem dando resultados: nos últimos cinco jogos, o Flamengo não foi vazado em quatro oportunidades.

- Tratando-se de zagueiro, a gente tem uma cobrança muito grande ali atrás. Hoje em dia, eu prezo muito mais por dar um lançamento ou um chutão do que arriscar uma jogada de efeito ou tentar um passe. Nossa prioridade é não levar gols e vem dando certo. É mais uma cobrança minha e de outros jogadores da defesa. Esse "risco zero" está dando certo.

Outro ponto destacado por Léo Pereira é a recuperação da confiança. Ele citou a importância dos companheiros de equipe e da diretoria neste processo, especialmente após um erro crucial na final do Campeonato Carioca.

+ Léo Pereira deixa erros para trás, recupera principais características e espaço no Flamengo de Dorival

- Foi um momento difícil para mim. Quem me manteve de pé foram meus companheiros de trabalho e a diretoria. Minha família também foi fundamental nesta fase. Todos davam total apoio porque sabiam do potencial que eu tinha e sabiam que, em algum momento, eu daria a volta por cima. Eu não deixava de trabalhar e vinha aqui trabalhar cada vez mais.

- O jogador com a confiança de todos os companheiros vai se sentindo mais à vontade durante as partidas. A gente vai trabalhando diariamente e buscando usar não só a perna esquerda, mas a direita também. Graças a Deus tem funcionado bem e eu tenho achado alguns passes com a direita ali por dentro. Não é minha prioridade armar jogo, até porque a gente tem jogadores excelentes na função, mas, com a bola no pé, eu tento ajudar da melhor forma possível.

Por fim, Léo Pereira citou a sequência de oportunidades que vem tendo ultimamente com Dorival Júnior. Ele forma junto com David Luiz a dupla de zaga mais utilizada pelo treinador nesses primeiros dois meses de trabalho no Flamengo.

- Desde a chegada do Dorival, eu venho ganhando oportunidades que eu não tive anteriormente. Tenho conquistado uma sequência muito boa e tenho tentado aproveitar da melhor maneira possível. Estou muito feliz com essa sequência que eu venho tendo de boas atuações e não quero parar por aqui. Quero evoluir ainda mais para ajudar meus companheiros e dar alegrias para a Nação.

+ Dorival adota estratégia diferente de Jorge Jesus em início avassalador no Flamengo

DUPLO REENCONTRO COM EX-CLUBE

Flamengo x Athletico - Léo Pereira
Flamengo x Athletico - Léo Pereira

Léo Pereira em ação contra o Athletico (Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)

Na entrevista à FlaTV, Léo Pereira também projetou os próximos dois compromissos do Flamengo - ambos contra o Athletico-PR, seu ex-clube. Neste domingo, as equipes se enfrentam no Maracanã, pela 22ª rodada do Brasileirão, e o zagueiro destacou a importância da partida para a briga na parte de cima da tabela.

- Pelo Brasileiro, a gente tem um confronto direto com eles. A gente espera um jogo muito difícil e sabe que eles sempre dão o máximo deles. Então, a gente espera fazer um jogo super concentrado no domingo, diante da nossa torcida, para conseguir essa vitória e passar eles na tabela. Será um resultado muito importante.

Em seguida, na próxima quarta-feira, os clubes voltam a se enfrentar para definir uma vaga na semifinal da Copa do Brasil. Após o empate de 0 a 0 no jogo de ida, o confronto será decidido na Arena da Baixada e o zagueiro espera uma pressão inicial do adversário.

+ Confira a tabela do Brasileirão e simule os resultados

- Nos 10, 15 minutos iniciais, eles vão tentar sair para se arriscar mais no ataque, estando diante da torcida deles, coisa que eles não fizeram aqui. Eles vão tentar fazer um abafa no começo do jogo, então a gente tem que entrar bem concentrado. A gente também tem entrado bem nos jogos e feito gols, podemos surpreender. É esperar que eles venham mais forte ao ataque e a gente aproveitar essas brechas que eles vão deixar.

Uma vitória simples basta ao Flamengo para se classificar diante do Athletico. Em caso de novo empate, a vaga será decidida nas cobranças de pênaltis.