Léo Matos mantém confiança no acesso do Vasco: 'No caminho certo'

Léo Matos concedeu coletiva nesta quarta-feira (Daniel RAMALHO/VASCO)


Depois de mais uma derrota como visitante, o clima no Vasco é de pressão para a reta final da Série B. E, nesta quarta-feira, em entrevista coletiva, o lateral-direito Léo Matos, um dos mais experientes do elenco vascaíno, admitiu que a cobrança por resultados também é feita internamente.

- Nós viviamos de uma forma um pouco mais confortável há um mês, diferença chegou a 9 pontos. Mas são coisas que acontecem no futebol, coisas normais. Temos que superar. Se a cobrança está grande de fora para dentro, internamente é maior ainda entre nós jogadores. Sabemos que temos deixado a desejar em alguns aspectos, isso é inegável. Temos que melhorar. Mas temos total confiança que estamos no caminho certo - afirmou Léo Matos, antes de completar:

- Nada vem de graça. Temos que buscar. É o que estamos fazendo. Não será fácil até o final, mas temos certeza que vamos conseguir o acesso. É um momento de instabilidade. O clube vem se estruturando, mas dentro do campo a gente tá oscilando um pouco, mas vamos recerver essa situação a partir de sexta-feira. Não é a forma que queremos terminar o ano, sob pressão. Queremos um pouco mais e sabemos que podemos dar um pouco mais.

Léo Matos fez o gol do Vasco na partida contra o Grêmio, que marcou a sétima derrota seguida do time como visitante nesta Série B. E o lateral falou sobre a busca por voltar a pontuar fora de casa.

- A gente tem buscado as vitórias fora de casa. Elas não vêm acontecendo. A gente nem pensa em não subir o Vasco. Temos certeza absoluta que vamos subir o Vasco. Queríamos que fosse de uma forma mais fácil, com gordura, e as coisas sob controle. Hoje existe a pressão, mas continua em nossas mãos. São nove finais. Agora é a nossa Copa. Vamos jogo a jogo pelo acesso. Não vai ser um grupo que ficará marcado por não subir o Vasco. Tenho certeza que ficaremos marcado por subir o Vasco para a Primeira Divisão - finalizou Léo Matos.

Com a derrota para o Tricolor, o Grêmio parou nos 45 pontos, nas quarta colocação, com apenas um ponto de vantagem sobre o Londrina, primeiro time fora do G-4. Na próxima sexta-feira, às 19h, o Cruz-Maltino encara o Náutico, em São Januário.