Justiça toma decisão acerca de torcedor que assediou repórter da ESPN

Jéssica Dias foi assediada na última quarta-feira (Reprodução)


Detido desde a última quarta-feira após assediar a repórter Jéssica Dias, da ESPN, Marcelo Benevides Silva teve alvará de soltura expedido pela Justiça do Rio. De acordo com o jornal 'O Globo', o TJ-RJ decidiu, nesta quinta, que o torcedor do Flamengo responderá pelo caso em liberdade.

+ Repórter da ESPN sofre assédio durante cobertura de jogo do Flamengo no Maracanã

Ainda de acordo com a decisão da Justiça, Marcelo Benevides Silva não pode deixar o Rio de Janeiro sem autorização judicial, além de não poder ter contato com a vítima ou testemunhas, excluindo-se os parentes. O homem também não poderá ir a jogos do Flamengo até o processo ser encerrado.

+ Pilhado leva 'dedo na cara' no meio da torcida do Palmeiras: 'Você é mulambo'

Na última quarta-feira, enquanto trabalhava nos arredores do Maracanã, Jéssica foi beijada, sem consentimento, por Marcelo. O homem estava acompanhado do filho de 17 anos. A jornalista recebeu apoio de companheiros de profissão e publicou texto nas redes sociais.

+ 'Dá um chutão, c******'; Luxemburgo traduz termos modernos e arranca gargalhadas em evento da CBF

- Eu sofri importunação sexual enquanto trabalhava e isso é crime. Eu não queria beijo, não queria carinho, não queria passar 3h em uma delegacia. Eu só queria trabalhar. O ser humano que fez isso estava com um filho menor de idade que se desculpou pelo pai - escreveu a repórter.