Julián Álvarez marca seis gols, e River Plate goleia Alianza Lima pela Libertadores

Julian Álvarez teve noite histórica nesta quarta-feira (Foto: Conmebol)


Histórico. Não há palavra que defina melhor a noite de Julián Álvarez. Nesta quarta-feira, o atacante argentino marcou estratosféricos seis gols na goleada do River Plate sobre o Allianza Lima por 8 a 1, no Monumental de Nunez, pela Libertadores da América.

Com o resultado, o River, que fechou o grupo F na liderança com 16 pontos, ultrapassou o Flamengo como segunda melhor campanha geral da fase de grupos da competição. O Allianza terminou na lanterna, com um ponto.

GALERIA: Veja como estão os preparativos para a final da Champions League

O JOGO
O River Plate mostrou sua superioridade desde o minuto inicial. Trabalhando de pé em pé, não deu espaço para o Alianza Lima e não precisou de muito esforço para sair à frente do placar. Aos 15, Alvarez roubou a bola na entrada da área e abriu o placar. Três muitos depois, Simón lançou, e o atacante ampliou.

Os peruanos tentaram aumentar a posse de boa, mas não conseguiram chegar com perigo no campo ofensivo. Dessa forma, os argentinos seguiram com tudo. Os Millonarios aumentaram a vantagem com Álvarez - mais uma vez. Dessa vez, ele recebeu na entrada da área e mandou no canto de Campos.

A segunda etapa foi ainda mais movimentada. Logo aos 8, Simón finalmente marcou. Barco tabelou com Álvarez e finalizou cruzado. O meio-campista pegou a sobra e só empurrou para as redes. Um minuto depois, Álvarez ampliou. Campos tentou driblar em boa recuada em cima do camisa 9, mas errou. O atacante roubou e fez o quarto. Aos 12, mais um gol dele. Dessa vez Gómez mandou em profundidade, e o Rei da América, com categoria, marcou pela quinta vez.

Depois disso, o jogo ficou mais calmo, mas o Alianza Lima sequer tocou na bola. O River Plate seguiu no domínio e ampliou aos 34. Gómez anotou seu segundo gol depois de mandar uma bomba e acertar o ângulo de Campos, que nada fez. Quatro minutos depois, Gómez mandou para Álvarez, que limpou e tocou de canhota, na saída do goleiro. Os peruanos descontaram de pênalti, com Lavandeira mandando no canto de Armani.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos