Jornalista detona Neymar após atitudes do atleta: 'Jogador gigante, personagem minúsculo'

Atacante do PSG tem sido alvo por conta de uma atitude na web (Foto: FRANCK FIFE / AFP)


Jornalista da ESPN, Gian Oddi disparou diversas ofensas ao atacante Neymar. O comunicador não concordou com as atitudes do jogador brasileiro - que curtiu uma publicação no Twitter, onde ironizava a dependência química do comentarista Walter Casagrande - e foi até a mesma rede social para falar sobre o comportamento do camisa 10 da Seleção Brasileira.

+ “Seleção terrível” e “Dream team”: imprensa internacional repercute convocação de Tite

- Que Neymar não sabe lidar com críticas todo mundo sabe. Todos sabem, também, que é a cara dele (e do pai) zombar da dependência química de alguém para responder a essas eventuais críticas. Ainda que todos saibam, não dá pra achar normal. Jogador gigante, personagem minúsculo - publicou Gian.

+ VÍDEO: Confira a reação de Neymar ao receber a notícia da convocação para a Copa do Mundo

As palavras de Gian Oddi foram voltadas ao recente episódio de uma publicação curtida por Neymar, escrita pelo perfil satírico "Joaquin Teixeira", onde se usavam termos ligados à dependência química para retrucar declarações de Casão sobre o jogador do PSG.

- Para variar, o 'crack' Casagrande metendo o nariz onde não deve. Ele quer que a Seleção Brasileira vire pó. Isso não está cheirando nada bem. Que triste fim de 'carrera' - escreveu a conta.

Casagrande rebate Neymar após curtida e fala em 'perversidade' e 'grosseria'

CRÍTICAS AO CAMISA 10

Antes de Neymar curtir o tweet, Casagrande havia criticado o jogador em um vídeo publicado pelas redes sociais do "UOL". O comentarista questionou a postura que o atacante terá na Copa, e vê o astro do PSG como "infantil".

- Primeiro, ele tem que decidir se vai ser jogador da Seleção Brasileira ou celebridade. Se ele decidir ser jogador de futebol, já é um grande passo. Se ele decidir ficar pintando o cabelo, se jogar no chão para chamar atenção, pular toda hora que alguém encostar nele, igual fez em 2018, não vai dar em nada. Eu acho o seguinte: Neymar é infantil, tem a ‘síndrome do Peter Pan’, não assume responsabilidade alguma, não emite opinião alguma. Quando é por iniciativa própria, são opiniões fúteis - falou o ex-centroavante.