Jornal revela exigências 'absurdas' de Messi para renovar com Barcelona em 2020

Messi atuou pelo Barcelona entre 2004 e 2021 (Foto: JOSEP LAGO / AFP)


O jornal espanhol "El Mundo" revelou nesta terça-feira supostas exigências feitas por Lionel Messi em 2020 para renovar com o Barcelona na época. Dentre os pedidos "brutais", como descritos pelo periódico, estaria um camarote particular para a sua família e para a de Luis Suárez no Camp Nou.

A publicação também afirma que Messi exigiu um bônus de 10 milhões de euros na assinatura do novo contrato, visando recuperar os cortes salariais por conta da pandemia com 3% de juros nos anos seguintes do vínculo, além de uma cláusula de 10 mil euros para quando quisesse deixar o clube.

+ AO VIVO E DE GRAÇA: LANCE! vai transmitir ao vivo e de graça jogos da Bundesliga. Confira todas as informações sobre o torneio e transmissão aqui

As exigências teriam sido feitas no verão de 2020, quando Messi tinha um contrato de 74,9 milhões de euros com o Barça. O jornal teria tido acesso à estas informações através de documentos e trocas de e-mails.

+ Lewandowski fala de sua adaptação ao Barcelona: 'Sinto que encaixei rápido'

O então presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, teria aceitado as condições impostas por Messi, exceto na questão da cláusula "simbólica" de 10 mil euros. Outras discordâncias teriam culminado na saída do argentino para o Paris Saint-Germain, em agosto de 2021.