Jonas é retido em aeroporto de Lisboa por contrato com o Benfica

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Ex-jogador do Grêmio, Jonas está envolvido com a Operação Fora de Jogo.
Ex-jogador do Grêmio, Jonas está envolvido com a Operação Fora de Jogo. Foto: (David Martins/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)

Após desembarcar no Aeroporto Internacional de Lisboa, em Portugal, o ex-atacante Jonas, que atuou Santos, Portuguesa-SP e Grêmio no Brasil e no Benfica de 2014 a 2019, foi retido pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras do governo de Portugal por ter sido acionado um alerta da Autoridade Tributária. Acompanhado por dois inspetores do órgão fiscalizador, ele prestou depoimento e foi liberado.

De acordo com informações do canal de televisão português CMTV, o antigo contrato do ex-atleta de 38 anos está sendo investigado pela Operação Fora de Jogo, que tem 48 pessoas e 34 contratos de clubes da liga portuguesa como alvo. Entre o mês de março de 2015 e o final de 2020, a investigação já instaurou seis inquéritos e acusou mais de 100 pessoas, entre jogadores de futebol, advogados, dirigentes, agentes e intermediários.

Seu contrato com o Benfica é investigado pela segunda fase da Operação Fora de Jogo, chamada de "Cartão Vermelho", em que são analisadas as transações realizadas entre clubes tradicionais de Portugal e outros grandes do exterior. A Jonas, lhe foi imposta uma medida de coação, Termo de Identidade e Residência, que não lhe permite mudar de residência no país, limitando sua liberdade.

Leia também:

Deco e Jorge Mendes já foram alvo

Em novembro do ano passado, procuradores da Autoridade Tributária e Aduaneira e do Ministério Público de Portugal estiveram nas sedes do Braga e Vitória de Guimarães, no escritório de uma empresa de Jorge Mendes, agente de futebol que gerencia carreiras de astros como Cristiano Ronaldo (ídolo e atacante do Manchester United), José Mourinho (técnico da Roma), Fabinho (volante do Liverpool e da Seleção Brasileira) e Ederson (goleiro do Manchester City e da Seleção Brasileira). Outro alvo das buscas foi a empresa de Deco, ex-jogador de futebol.

Na ocasião, buscas foram realizadas na sede do Porto, tradicional clube, e na casa de seu presidente Pinto da Costa. Investiga-se o possível benefício da família do dirigente em venda de direitos de televisão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos