John Textor diz que Botafogo já tem 'planos B e C' para Zahavi e explica buscas do clube no mercado

John Textor é o dono do Botafogo (Vítor Silva/Botafogo FR)


O Botafogo já está buscando alternativas após a recusa de Eran Zahavi. Pelo menos foi o que garantiu John Textor, proprietário da SAF do Glorioso. O norte-americano afirmou, após a partida contra o Fluminense neste domingo, que o clube já trabalha com novos nomes.

+ Textor deseja reunião com Irmãos Moreira Salles e revela planos de novo local de treino para o Botafogo

Sem revelar mais detalhes, o empresário afirmou que o clube precisa ser assertivo, mas "deixou escapar" que os jogadores que vêm sendo analisados possivelmente são estrangeiros. Vale lembrar que ele também disse que vai continuar buscando atletas de alto calibre, como James Rodríguez e Cavani.

- É como uma lista de Natal (os jogadores avaliados), muito longa. Temos uma equipe de scout muito legítima, estamos cada vez mais profissionais. Quando me perguntam se temos um plano B, não é que ficamos esse tempo atrás do Zahavi e não temos nada... temos um plano B e um plano C. É preciso ter equilíbrio, há um limite de estrangeiros, temos que gastá-la com alguém que realmente faça a diferença. Tem que ser alguém que transforme o clube - afirmou.

Apesar das recusas recentes de Zahavi e James, Textor não perdeu as esperanças com a próxima janela de transferências, que abrirá no dia 18 de julho.

- Estou ansioso para a janela. Muitos jogadores (do Botafogo) evoluíram muito, como o Kayque, sempre mostrou muita coisa mas não esperava que ele fosse fazer o que está fazendo. As lesões estão nos matando, assim como os cartões amarelos. Não tínhamos um dos nossos melhores jogadores hoje (domingo), precisamos de todo mundo saudável para passar desse período (até a janela) - finalizou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos