Jogadores do Vasco falam sobre a convocação para a Seleção Sub-17: 'Gratificante representar nosso país'

Rayan é uma das grandes promessas da base do Vasco da Gama (Foto: Matheus Lima/Vasco)


Três jogadores da equipe sub-17 do Vasco foram convocados pela Seleção Brasileira da categoria para a terceira etapa de preparação visando o Torneio Sul-Americano Conmebol 2023. Vale lembrar que essa competição é classificatória para a Copa do Mundo. O goleiro Phillipe Gabriel, o volante Matheus e o atacante Rayan falaram sobre a alegria de defender a camisa amarelinha.

Uma emoção muito grande, representar nosso país e a maioria dos meninos da nossa geração. É uma responsabilidade muito grande também, mas o Vasco vem nos preparando muito bem dentro e fora de campo. Agora vamos lá, fazer um bom período, mostrar nosso trabalho. É sempre uma sensação muito boa vestir a camisa da Seleção Brasileira – Phillipe Gabriel, em entrevista ao site oficial do clube carioca.

+ Confira e simule a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

- Primeiramente quero agradecer a Deus por tudo que ele vem fazendo na minha vida. Mais uma oportunidade de estar representando meu país. Essa camisa é muito pesada. Agradeço também ao Vasco, a minha família e também a todos que estão me apoiando. É uma emoção enorme, muito gratificante estar representando o nosso país. Vou buscar dar meu melhor para poder estar sempre voltando – completou Matheus:

- Emoção muito grande em vestir a camisa da Seleção Brasileira mais uma vez. Agora é chegar lá e fazer uma ótima preparação para o Sul-Americano. Agradeço a comissão da Seleção, do Sub-17 e do Sub-20 do Vasco e a todos que estão no dia a dia comigo buscando essa evolução – finalizou Rayan.

+ Carlos Palacios, do Vasco, tem lesão na coxa direita constatada após exame e já iniciou tratamento

Por fim, cabe salientar que a delegação da seleção ficará hospedada em Cotia, centro de treinamento do São Paulo, entre os dias 2 a 11 de outubro. Os jovens jogadores se apresentaram na segunda-feira, dia 3 de outubro. Além dos treinamentos, o Brasil fará um jogo-treino com adversário a ser definido pela CBF.