Jogadores do Grêmio souberam de demissão de Roger pela TV

Troca de comando no Grêmio repete ciclo vitorioso iniciado em 2016, quando Roger deixou o clube para Renato assumir.
Troca de comando no Grêmio repete ciclo vitorioso iniciado em 2016, quando Roger deixou o clube para Renato assumir. Foto: (LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA)

A inesperada troca de comando técnico do Grêmio, anunciada na noite da última quinta-feira, véspera da partida contra o Vila Nova, que será disputada nesta sexta, pegou, também, o grupo de jogadores do Grêmio de surpresa. Concentrados após o último treino, realizado na última tarde, os jogadores ficaram sabendo da demissão de Roger Machado, e sua substituição por Renato Portaluppi, através de programas de TV.

Roger, que estava em sua casa em Porto Alegre, não pôde, sequer, se despedir do elenco, uma vez que se imaginava que uma possível demissão fosse acontecer caso o resultado da partida desta noite não fosse favorável ao tricolor gaúcho.

Leia também:

Publicada exatamente às 20h11 da última quinta-feira, a nota oficial divulgada pelo Grêmio ainda confirmou as saídas do vice-presidente de futebol Denis Abrahão e do diretor de futebol Sérgio Vasques: "O Grêmio agradece o trabalho prestado por Roger, seus auxiliares, Denis e Sérgio durante o período em que estiveram à frente do futebol do Clube, desejando-lhes sorte em seus próximos desafios".

Renato só assumirá o Grêmio na próxima segunda-feira, quando deixará o Rio de Janeiro e voltará para Porto Alegre para sua quarta passagem no comando técnico do Rei de Copas. Durante os quatro anos e sete meses que esteve à frente da equipe principal do Tricolor, Renato conquistou os títulos da Copa do Brasil em 2016, Libertadores da América em 2017, Recopa Sul-Americana em 2018 e os títulos do Campeonato Gaúcho em 2018, 19 e 20 e da Recopa Gaúcha em 2019.