João Paulo comemora jogo sem sofrer gol e agradece apoio da torcida

João Paulo foi o destaque do Santos em Cuiabá (Foto: AssCom - Cuiabá EC)


O Santos foi até Arena Pantanal com objetivo de seguir na luta por uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores. O jogo, porém, não foi como o Alvinegro esperava: foi pressionado pelo Cuiabá em parte do primeiro tempo e exigiu novamente uma boa atuação do goleiro João Paulo.

No primeiro tempo, o camisa 34 do Peixe realizou pelo menos três grandes defesas. Na segunda etapa, também foi exigido, e precisou trabalhar. Após o jogo, ele destacou a dificuldade em pegar o chute do atacante Deyverson, de voleio.

“Sabíamos que seria um jogo difícil. Equipe deles precisava muito da vitória. Calor atrapalhou. Mas temos que valorizar um ponto. Estamos aprendendo a sofrer, mais um jogo sem sofrer gols. Valorizar o ponto e a entrega de todos. O voleio do Deyverson (foi a defesa mais difícil), pelo tempo de reação, foi a mais difícil”, comenta João Paulo ao Premiere.

Enquanto participava da entrevista, o arqueiro foi informado pelo repórter Marco Aurélio Souza que um dos torcedores na torcida do Dourado estava pedindo sua camisa. Tratava-se de uma criança com um cartaz dizendo que era fã do camisa 34.

“Fico feliz de receber o carinho do torcedor. Principalmente de crianças. Somos espelhos para ele. Ele vai ganhar (a camisa)”, finalizou o goleiro.

Agora, novamente o Peixe terá uma semana cheia para treinos: só volta a campo na próxima segunda-feira (5), quando recebe o Goiás, na Vila Belmiro, em jogo válido pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. Lisca conta com o retorno de Rodrigo Fernández e Marcos Leonardo, que cumpriram suspensão neste domingo.