João Martins reconhece atuação ruim do Palmeiras contra o São Paulo: 'Não vamos arrumar desculpas'

(Foto: César Greco)


Comandante do Palmeiras na derrota por 1 a 0 para o São Paulo, nesta quinta-feira (23), pela Copa do Brasil, o auxiliar técnico João Martins admitiu que o adversário mereceu sair com o triunfo, pelo jogo de ida das oitavas de final da competição nacional.

+ Veja as atuações do São Paulo segundo a equipe L!
+ Veja as atuações do Palmeiras segundo a equipe L!

– Não vamos arranjar desculpa, adversário foi mais forte mereceu ganhar. Não fomos capazes de criar, ter oportunidades, tivemos seis finalizações e nenhuma no gol. O adversário criou muito – disse João, que substituiu Abel Ferreira, que não foi liberado pela CBF, por ter sido diagnosticado com Covid-19.

+ Confira a tabela da Copa do Brasil

Para João Martins, o time esteve abaixo hoje, o que ‘matou’ os atletas mais centrais, além de ter calma e jogar mais no campo de ataque.

– Para o ataque funcionar é preciso ter os criativos inspirados, mas não foi só o Scarpa, foi um pouco de todos. Faltou um pouco mais de calma, paciência, ganhar bolas na segunda fase. Sabemos do desgaste da primeira parte e na segunda todas as bolas que ganhávamos estávamos muito longe do gol adversário e os criativos estavam longe da zona de criação. Faltou jogar mais no campo adversário para criar nosso espaço e não foi o suficiente porque o desgaste entrou, teve ali três ou quatro lances de precipitação, muitos passes obrigou a gastar energia, atacar. Não foi por falta de esforço e vontade, mas faltou a inspiração do geral, de toda a equipe – argumentou Martins.

O revés para o São Paulo foi apenas o quarto em 40 jogos na temporada, e João Martins exaltou o os números e o fato da derrota nesta quinta-feira (23) tenha sido apenas por 1 a 0, pois dá possibilidade de reverter no confronto de volta, que acontece no próximo dia 14 de julho.


- Não é por perder pouco que o adversário vai ter um tipo de postura. Qualquer um que joga contra o Palmeiras vai fazer tudo para ganhar. E nossa responsabilidade é fazer o contrário e derrotar todo adversário. Ainda bem que é só a quarta, sinal que as coisas tão sendo bem feitas. E bom que foi 1 a 0, porque tá tudo em aberto.

Na última segunda-feira (20), o Verdão bateu o Tricolor por 2 a 1, pelo Campeonato Brasileiro. E dentro desse cenário, João Martins acredita que cada jogo tem sua história.

- Cada jogo tem a sua história. São Paulo hoje foi mais competente, foi mais agressivo nos duelos, conseguiu pressionar ao pé do nosso gol. Muitas vezes não fomos competentes e capazes pra sair dessa pressão, como jogar curto na segunda bola. Não fomos competentes e isso fez com que o são paulo fez um bom jogo na primeira parte, não sei se foi porque eles levaram o jogo como uma final e nós dois. Para jogos como esse precisávamos estar com tanque cheio, jogo não foi muito bem jogado, muitos erros, tantos nos como eles, adversário agressivo, pressionou mais e no final da história mereceu ganhar porque dez dois gols e nos nenhum.

A volta entre Palmeiras e São Paulo acontece no próximo dia 14 de julho, no Allianz Parque. O Verdão precisa vencer por dois gols de diferença para avançar na Copa do Brasil.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos