Ja Morant provoca: "Eu humilharia Michael Jordan"

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Ja Morant é conhecido pelo seu talento em quadra, mas também por declarações polêmicas. Foto: Ezra Shaw/Getty Images
Ja Morant é conhecido pelo seu talento em quadra, mas também por declarações polêmicas. Foto: Ezra Shaw/Getty Images

Todo mundo sabe que a NBA é a liga onde estão as principais estrelas do basquete mundial. Grandes talentos com um senso de competitividade desordenado que acabam tendo atitudes que parecem superar tudo e todos.

Um dos novos expoentes é Ja Morant, do Memphis Grizzlies, que já está no seu terceiro ano consolidado em status galático. Algo que faz ele achar até que poder “atacar” aquele que é considerado o maior jogador de todos os tempos: Michael Jordan.

Leia também:

Morant disse em um programa de rádio que não teria problemas com o seis vezes campeão da NBA pelo Chicago Bulls. "Gostaria de ter jogado na geração de Jordan. A maneira como ele aborda o jogo e sua mentalidade é a melhor coisa que um jogador tem. No entanto, ele não seria páreo para mim. Eu gostaria de enfrentá-lo: eu o humilharia," cravou.

Essa não foi a primeira declaração polêmica do jovem que cresceu na pequena universidade de Murray State. Ele já fez declarações que chamaram atenção nas semifinais da conferência contra os Warriors, e depois de um segundo ano na elite em que alcançou o MIP (Most Improved Player) sua confiança está nas alturas.

"Ninguém tem mais confiança do que eu. Ninguém pode me vencer um a um, não me importo com o esporte. No futebol eu venceria Messi, eu seria o goleiro. Aquele que torna isso possível", declarou.

A postura de Morant repercute em outros que não se caracterizam pelo dom de não opinar. Como Skip Bayless, personalidade da televisão americana. "Você pode querer cozinhar (o termo que Morant usou para humilhar era 'cozido') para Jordan, mas você não humilha Jordan. Você não tem ideia. Você ama a confiança, mas está fora do ponto. E isso me apavora porque é a mesma coisa que te deu um complexo no ano passado", explicou.

"Você ganhou o MIP depois de ficar em segundo lugar no Draft. Mas para mim indica mais coisas antes de ser uma conquista. Você olha para os seus primeiros anos... Acho que estava falhando?", sentenciou Bayless, que já foi chamado de "o homem mais odiado dos esportes" pelo jornal Washington Post.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos