Jô Soares ficou marcado por entrevistas com grandes personagens do futebol brasileiro


Morreu na madrugada desta sexta-feira, aos 84 anos, o apresentador, roteirista e humorista Jô Soares, um dos grandes nomes da história da televisão brasileira. Ícone do entretenimento, Jô tem parte da sua carreira atrelada ao futebol. Além da sua paixão pelo Fluminense, ele já entrevistou personagens marcantes do esporte, como Neymar, Pelé, Ronaldo e Romário.

+ Premier League começa nesta sexta! Confira os 33 jogadores mais valiosos

Atual camisa 10 da Seleção Brasileira, Neymar participou da última temporada do 'Programa do Jô', em 2016, na TV Globo. Na época, o jogador foi até o programa para falar sobre sua expectativa com os Jogos Olímpicos Rio 2016, e a busca do então inédito ouro olímpico - conquistado dias depois.

Também convidado para sentar no sofá do Programa do Jô, Pelé deixou sua mensagem de condolências ao humorista. O ex-jogador relembra a cômica referência a Jô Soares durante sua participação no filme "Os Trombadinhas".

- Jô era um grande amigo, inteligente, perspicaz, bem humorado e que adorava uma boa conversa. Acordo muito triste com a notícia de que essa grande estrela nos deixou. Apesar daquela famosa fala do filme, "não, eu não sou Jô Soares". Mas como profundo admirador, eu adoraria ter sido - escreveu o Rei do Futebol, no Instagram.

+ Morre Jô Soares: veja 11 ligações do apresentador com o mundo do esporte

Além de grandes craques da bola, Jô entrevistou figuras folclóricas do futebol brasileiro, como o suposto ex-atacante Carlos Kaiser, que ficou marcado por nunca ter entrado em campo durante sua carreira. O atleta falastrão foi até o programa do humorista, em 2011, contar um pouco da sua 'trajetória' no futebol.

Jô Soares
Jô Soares

Kaiser durante entrevista com Jô em 2011 (Foto: Reprodução/TV Globo)

Apresentador, humorista, ator e diretor, Jô Soares também teve sua vida entrelaçada com o esporte. Na Copa de 2018, Jô foi um dos convidados da cobertura do canal Fox Sports e esteve presente no programa "Debate Final".

Recentemente, Jô falou da relação do Fluminense em sua vida, mas revelou que andava afastado da cobertura do seu time de coração.

- Com o tempo, fui me desvinculando da paixão clubística, porque o futebol passou a me interessar mais pela sua qualidade do que paixão clubística. Aí não dá para assistir a qualquer campeonato europeu, para mim principalmente o Campeonato Inglês, e deixar de ver um jogo para assistir a um do Fluminense, eu não consigo - declarou ao ser entrevistado no programa "Bola da Vez" da "ESPN".

Até o momento, a causa da morte de Jô Soares não foi revelada. O astro brasileiro estava internado no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, desde o fim de julho. Jô era carioca e teve um filho, Rafael Soares, que fazia parte do espectro autista e morreu em 2014, aos 50 anos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos