Itália vence e rebaixa a Inglaterra na Liga das Nações; Hungria bate a Alemanha

O atacante Harry Kane disputa bola com Giovanni Di Lorenzo na partida entre Itália e Inglaterra na Liga das Nações.REUTERS/Alberto Lingria

Por Mitch Phillips

MILÃO (Reuters) - A triste campanha da Inglaterra na Liga das Nações teve um novo capítulo nesta sexta-feira, quando o gol de Giacomo Raspadori aos 23 minutos do segundo tempo garantiu a vitória merecida da Itália em casa por 1 x 0, rebaixando a tímida seleção inglesa à Liga B, a segunda divisão da competição, e mantendo os italianos na briga pelo primeiro lugar do Grupo 3, com oito pontos, na segunda colocação.

Havia muito pouco para dar otimismo aos torcedores ingleses, com a Copa do Mundo do Catar a apenas dois meses de distância, mas pelo menos eles ainda irão ao torneio, ao contrário da Itália, que ainda tenta fazer as pazes com o fato de que ficará de fora de seu segundo mundial consecutivo.

Em um jogo de poucas chances no Estádio San Siro, os anfitriões mostraram-se mais ambiciosos e resolveram o jogo com uma finalização de Raspadori.

A Inglaterra mal conseguiu um chute no gol e estava irreconhecível se comparada à mesma seleção que ficou invicta por 22 jogos até o mês de junho – sem contar a derrota nos pênaltis na final da Eurocopa 2020 para a mesma Itália.

Os ingleses, que têm dois pontos na última colocação do grupo, marcaram apenas um gol, de pênalti, em seus cinco jogos nesta edição da Liga das Nações, que ainda terá uma partida final em casa contra a Alemanha na próxima segunda-feira.

Na outra partida do grupo, a Alemanha foi surpreendida em casa pela Hungria, com um gol sensacional de calcanhar de Adam Szalai. Foi a primeira derrota do técnico Hansi Flick, na penúltima partida antes da estreia da Copa em novembro.

A Hungria lidera o grupo com 10 pontos após 5 partidas, e a Alemanha é a terceira, com 6.

(Reportagem de Mitch Phillips)

((Tradução Redação São Paulo))

REUTERS PB