Inter se recupera, vence fácil o Coritiba e dorme em terceiro no Brasileiro

PORTO ALEGRE, RS (UOL/FOLHAPRESS) - O Internacional se recuperou. Depois de sofrer uma virada na última partida, em casa, com um jogador a mais, dessa vez o time gaúcho não deu chance para o Coritiba, pela 14ª rodada do Brasileiro, no Beira-Rio. Com gols de Taison, Alemão e Edenilson, venceu por 3 a 0 e dorme em terceiro.

O time colorado pula para 24 pontos e assume o terceiro lugar na classificação do Brasileirão. A permanência no posto, porém, depende da conclusão da rodada. Já a equipe curitibana chega a seis jogos sem vencer. Com 15 pontos, o time paranaense ocupa o 16º lugar e pode terminar a rodada na zona de rebaixamento.

O Inter dominou o jogo. Após alguns minutos instáveis no começo do jogo, o time de Mano Menezes passou a criar oportunidades de marcar e não demorou para abrir o marcador com uma bela jogada de Pedro Henrique e gol de Taison. Depois, tratou de acalmar o ímpeto do rival permanecendo o máximo de tempo possível com a bola nos pés. Já no fim da etapa inicial, marcou o segundo gol, indicando que o placar estava consolidado. Na etapa final, a boa atuação seguiu, e os gols também.

O Coritiba começou em cima e acertou a trave logo nos primeiros minutos com Léo Gamalho. Mas deixou o Inter tomar conta nos instantes seguintes da partida. Após a falha de marcação que ocasionou o primeiro gol do adversário, o time alviverde foi dominado e passou a chegar menos ao ataque. Suas principais chances ocorreram em escanteios ou jogadas individuais de Igor Paixão e Alef Manga.

Taison voltou a ser titular do Inter. Na última vez que o camisa 7 tinha começado uma partida, Alexander Medina ainda comandava o time. A 'estreia' com Mano Menezes acontece mais de dois meses depois de ter iniciado pela última vez, e em razão da gripe de Alan Patrick. Em campo, foi dele o primeiro gol do jogo após grande jogada de Pedro Henrique. Ele não marcava há três meses e tinha sido até vaiado quando seu nome foi anunciado no sistema de som antes da partida.

"Feliz por voltar a jogar. Sou um cara de grupo e não tem problema de ficar no banco. Sei da minha importância para o grupo", disse na saída de campo. "Me chateou muito, porque as coisas que colocaram na internet [que ele seria líder do movimento de cobrança de pagamentos atrasados] não aconteceram. Me magoa muito. Machucou minha família", afirmou sobre as vaias.

O próximo jogo do Inter será na terça-feira (28), no duelo de ida das oitavas de final da Sul-Americana contra o Colo-Colo, no Chile. Já o Coritiba joga só no domingo (3), contra o Fortaleza.

INTER

Daniel; Bustos (Heitor), Moledo (Kaique Rocha), Vitão e Thauan Lara; Gabriel, De Pena (Johnny), Edenilson, Pedro Henrique (Caio Vidal) e Taison (Mauricio); Alemão.

T.: Mano Menezes

CORITIBA

Rafael William; Matheus Alexandre, Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro (Egídio); Willian Farias, Matías Galarza (Val) e Thonny Anderson (José Hugo); Igor Paixão (Neílton), Alef Manga (Fabrício Daniel) e Léo Gamalho.

T.: Gustavo Morínigo

Horário: 21h30 desta sexta-feira (24

Estádio: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Árbitro: Jefferson Ferreira de Moraes (GO)

VAR: Emerson de Almeida Ferreira (MG)

Cartões amarelos: Guilherme Biro, Matheus Alexandre, Thonny Anderson, Igor Paixão (COR); Thauan Lara, Caio Vidal (INT)

Gols: Taison, do Inter, aos 18 minutos do primeiro tempo; Edenilson, do Inter, aos 42 minutos do primeiro tempo; Alemão, do Inter, aos 9 minutos do segundo tempo;

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos